Este artigo detalha um assunto considerado cânon.

Clique aqui para ir ao artigo da Star Wars Wiki sobre a versão Legends desta página.

Vader's revelation.png
Não. Eu sou o seu pai!
Este artigo ou seção contém spoilers de The Mandalorian: Segunda Temporada
A Star Wars Wiki pode se basear em fontes internacionais para este artigo.

"Você é Mandaloriano?"
"Sou apenas um simples homem tentando ganhar a vida na Galáxia. Como meu pai antes de mim.
"
―Din Djarin e Boba Fett[fonte]

Boba Fett foi um clone inalterado de Jango Fett, um homem caçador de recompensas Mandaloriano que criou Boba como seu filho durante a Era da República. Fett imitou seu doador genético, a quem ele considerava seu pai, ao usar uma armadura Mandaloriana personalizada. Sua espaçonave pessoal era a Escravo I, uma nave de patrulha classe 31 Firespray-31 que pertenceu a Jango. Treinado em combate e habilidades marciais desde jovem, Fett foi um dos caçadores de recompensas mais temidos da galáxia durante a Era do Império. Ele se tornou uma lenda ao longo de sua carreira, que incluiu contratos para o Império Galáctico e o extenso submundo do crime.

Boba foi criado no planeta Kamino como resultado do acordo de Jango Fett com o Lorde Sith Darth Tyranus, que contratou o mercenário durante os anos finais da República Galáctica. Em troca de se tornar o modelo de um exército de clone troopers, Jango recebeu um clone inalterado, Boba, que ele tratou como um filho. Durante os últimos dias da Crise Separatista, Boba e Jango recuaram para Geonosis, onde o último foi morto em batalha pelo Mestre Jedi Mace Windu. Embora Boba buscasse vingança pela morte de Jango, seus esforços para assassinar Windu não tiveram sucesso, e Boba foi forçado a cumprir pena na prisão em Coruscant. Quando sua pena acabou, Fett começou a caça de recompensas como profissão, trabalhando ao lado de outros caçadores como Bossk, Dengar e Asajj Ventress.

Depois que as Guerras Clônicas terminaram com o Império Galáctico subindo ao poder, Fett continuou a fazer seu nome, trabalhando para o gangster Hutt Jabba Desilijic Tiure, bem como para o Lorde Sith Darth Vader. Durante a Guerra Civil Galáctica, Fett transportou o Capitão Han Solo para o Palácio de Jabba em Tatooine. Ele tentou evitar o resgate de Solo pela Aliança pela Restauração da República, apenas para cair no Grande Poço de Carkoon quando Solo acidentalmente bateu com um mastro no jetpack de Fett. Embora Fett tenha sobrevivido à provação com do sarlacc comedor de homens, sua armadura foi vendida para Cobb Vanth por catadores Jawa. Ele eventualmente o recuperou enfrentando Din Djarin, o Mandaloriano que pegou a armadura de Fett de Vanth. Depois de ajudar Djarin a resgatar o enjeitado Grogu, Fett voltou para Tatooine, onde matou Bib Fortuna e reivindicou o trono do falecido Jabba com Fennec Shand ao seu lado.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Criação e infância[editar | editar código-fonte]

"Além de seu pagamento, que é considerável. Fett só pediu uma coisa: Um clone inalterado dele próprio. Curioso, não é?"
"Inalterado?"
"Replicação genética pura. Sem mexer na estrutura para torná-la mais dócil e sem aceleração do crescimento.
"
―Lama Su e Obi-Wan Kenobi, sobre a criação de Boba Fett[fonte]

O jovem Boba Fett em Kamino.

Após a Batalha de Naboo, um exército de clones foi secretamente autorizado em Kamino pelo Mestre Jedi Zaifo-Vias[5], acreditando que seria necessário para garantir a proteção da República Galáctica[9]. O exército, no entanto, era parte do plano dos Sith para derrubar a República e destruir a Ordem Jedi.[10] Antes do processo de criação, o Mandaloriano[11] caçador de recompensa Jango Fett foi recrutado pelo Lorde Sith Darth Tyranus. Jango concordou em ser o modelo genético para o exército clone, mas além de seu pagamento considerável, bem como um pedido: a criação de um clone que não tivesse as mesmas modificações genéticas, como condicionamento comportamental e aceleração do crescimento. Os cientistas Kaminoanos criaram o Boba Fett[5] em 32 ABY logo após a Batalha de Naboo.[2] Embora tenha nascido clone, Boba considerava Jango como seu pai, que da mesma forma via o menino como seu filho.[12] Ele também foi o primeiro de muitos clones modelados no modelo Jango Fett.[13]

Quando criança, Boba foi criado em Kamino por seu pai, que ensinou a seu filho clonado muitas das habilidades que Jango aprendera como caçador de recompensas. Boba aprendeu habilidades marciais e de sobrevivência e tornou-se proficiente com um blaster quando criança.[1] Ele também aprendeu a operar os sistemas de armas na nave de seu pai, a Escravo I, e se familiarizou com membros do governo Kaminoano.[5]

Treinado por Jango Fett[editar | editar código-fonte]

"Este é meu filho, Boba. Ele estará nos ajudando neste trabalho. Parte do treinamento."
―Jango Fett[fonte]

Boba é ameaçado por Tiver.

Boba e Jango Fett ao lado de Neelda, Rinn e Tiver foram contratados por um Twi'lek macho para capturar sua filha e trazê-la de volta viva. Quando todos eles finalmente capturaram a garota Twi'lek no planeta Ord Mantell, Tiver e Rinn ameaçaram matar Boba, a menos que Fett entregasse a garota Twi'lek. Eventualmente, Boba atirou e matou Tiver e Rinn. Neelda complementou Boba depois. Boba estava prestes a matar Neelda, mas viu que ele não fazia parte do Tiver e Rinn. Boba então deixou Neelda escapar e fugir. Fett e Boba mais tarde embarcaram em sua nave estelar, Escravo I, com a garota Twi'lek para entregá-la de volta a seu pai. Enquanto viajavam, Boba e seu pai discutiram como ele havia se apresentado durante a missão, com Jango acreditando que Boba agora tinha um grande começo para seu legado.[14]

Escapando de Kamino[editar | editar código-fonte]

"Pega ele, pai! Pegue ele! Fogo!"
―Boba, durante a luta de seu pai com Obi-Wan Kenobi[fonte]

Boba e Jango encontram Obi-Wan Kenobi.

Pouco antes da eclosão das Guerras Clônicas, Jango foi enviado em uma missão para assassinar a senadora Padmé Amidala, uma oponente declarada de uma guerra potencial, a mando da Confederação de Sistemas Independentes. Jango e sua associada, Zam Wesell, não conseguiram matar a senadora, e Jango foi rastreado até Kamino pelo cavaleiro Jedi Obi-Wan Kenobi, que sabia que um caçador de recompensas conectado a Kamino estava por trás do atentado contra a vida de Amidala. Quando Kenobi chegou em Kamino, os Kaminoanos revelaram o exército de clones para ele, e Kenobi pediu para encontrar Jango. Taun We, um assessor do Primeiro Ministro Lama Su, levou o Cavaleiro Jedi aos aposentos dos Fett, onde Boba os cumprimentou. Apesar de desconfiar da presença dos Jedi, Boba permitiu que eles entrassem, onde Kenobi falou com Jango sobre os clones e deu a entender que sabia que Jango estava por trás da tentativa de assassinato. Sabendo que ele havia sido descoberto, Jango e Boba imediatamente se prepararam para deixar Kamino assim que Kenobi partisse.[5]

Enquanto preparava a Escravo I para partir, Kenobi descobriu que os Fetts estavam tentando fugir e engajou Jango em um combate um-a-um, lutando na plataforma de pouso da nave. Durante a luta, Boba acionou os canhões blaster da nave e disparou contra Kenobi repetidamente na tentativa de matá-lo. Conforme a luta progredia, Kenobi chutou Jango da plataforma de pouso em direção ao oceano abaixo, fazendo com que o Jedi - que estava preso ao caçador de recompensas por um fio - caísse também. Jango cortou o fio e conseguiu subir de volta na plataforma, enquanto Kenobi pousou nos níveis inferiores. Isso deu a Jango tempo suficiente para chegar a nave e partir enquanto Boba o pilotava, embora Kenobi tenha chegado à plataforma novamente a tempo de prender um dispositivo de rastreamento em seu casco.[5]

Jango e Boba seguiram para Geonosis, onde os líderes Separatistas se reuniram. Durante o trajeto, Kenobi os alcançou e os envolveu em um tiroteio no campo de asteróides ao redor de Geonosis. Os Fetts conseguiram escapar dos Jedi, e Jango lançou uma série de cargas sísmicas no espaço em um esforço para destruir o caça estelar de Kenobi. Kenobi foi capaz de simular a destruição de sua nave, ejetando peças de reposição que explodiram de um míssil de rastreamento, levando os Fett a pensar que ele estava morto. Eles procederam para a superfície do planeta, enquanto Kenobi permaneceu escondido no campo de asteróides antes de persegui-los.[5]

A morte de Jango[editar | editar código-fonte]

Pouco depois da chegada dos Fetts em Geonosis, Kenobi começou a investigar os Separatistas no planeta e foi capturado pelos Geonosianos. Sua captura levou a senadora Amidala e Padawan de Kenobi, Anakin Skywalker, a tentar resgatar seu amigo. Jango e os Geonosianos os capturaram, e todos os três detidos foram levados para uma arena de execução, onde Boba assistiu com seu pai de lado enquanto os detidos lutavam contra as criaturas que deveriam matá-los. Uma equipe de Jedi, liderada pelo Mestre Mace Windu, logo chegou para resgatá-los. Windu segurou um sabre de luz na garganta de Jango enquanto ameaçava o Conde Dookan, mas Windu rapidamente deixou as arquibancadas para a arena abaixo quando os dróides de batalha Separatistas começaram a inundar a arena.[5].

Boba embala o capacete de seu pai, jurando vingança contra o Jedi que matou Jango.

Os dróides de batalha e os Jedi se enfrentaram na arena. Conforme a batalha prosseguia, Jango se juntou à luta, onde o jetpack em sua armadura foi danificado e tornou-se inoperante, deixando-o mais vulnerável a ataques. Apesar do contratempo, Jango enfrentou Windu, que decapitou e matou o caçador de recompensas. Boba assistiu horrorizado enquanto seu pai era morto. Assim que a batalha deixou a arena, Boba entrou na arena limpa e pegou o capacete de seu pai, pressionando-o contra sua cabeça.[5] Após a morte de Jango, Boba fugiu de Geonosis a bordo da Escravo I e começou a tramar sua vingança.[15]

Guerras Clônicas[editar | editar código-fonte]

Busca por vingança[editar | editar código-fonte]

"Agora vejo que fiz coisas terríveis. Mas você começou tudo isso quando matou meu pai! Eu nunca vou te perdoar."
"Hmm. Bem, você vai ter que perdoar. Leve-o embora.
"
―Boba Fett e Mace Windu[fonte]

Algum tempo depois, Boba se juntou a uma equipe de caçadores de recompensas, incluindo Aurra Sing, Bossk e Castas para realizar sua vingança contra Windu pela morte de Jango. Juntos, Boba e os caçadores de recompensas elaboraram um plano para assassinar o Mestre Jedi a bordo da nave da República Resistência. Boba posou como um jovem cadete clone trooper, com o apelido de Lucky, usando o fato de ser geneticamente idêntico aos outros clones jovens em sua vantagem; ninguém a bordo da Resistência sabia de sua verdadeira identidade. Uma vez a bordo da Resistência, Boba e os outros clones foram recebidos por Windu e Anakin Skywalker, antes de serem colocados em treinamento tático. Cada clone foi capaz de praticar tiro ao alvo, e todos eles erraram seus alvos - exceto Boba, que foi capaz de usar as habilidades que seu pai lhe ensinou a seu favor.[16]

Boba se apresenta como um jovem soldado clone na Resistência.

Mais tarde, durante um passeio pela nave, Boba escapou dos outros clones e encontrou o caminho para os aposentos de Windu, onde instalou silenciosamente uma bomba que seria disparada por um alarme de disparo a laser na porta. Windu não entrou em seus aposentos, no entanto, mas um clone trooper sim, matando o soldado no lugar de Windu e forçando todo a nave ficar em estado de alerta. Sing instruiu Boba via comunicador a sabotar o núcleo do reator da Resistência, matando assim todos na nave, mas Boba estava relutante em matar todos. Seu único objetivo era matar Windu. No entanto, Boba fez como instruído, escapando de seus companheiros clones mais uma vez, antes de ser capturado por um soldado clone que pediu segurança. Os dois se envolveram em uma breve briga perto do núcleo antes que Boba fosse capaz de atordoar o clone com o próprio blaster do soldado. Ele também atirou no console de comando central.[16]

Muito do casco foi imediatamente destruído na explosão que se seguiu, enquanto Windu e Skywalker foram quase sugados para o espaço e mortos antes que as brechas no casco fossem seladas. Com a Resistência criticamente danificada, a tripulação começou a abandonar a nave. Boba, cuja identidade ainda não foi descoberta, e os outros jovens clones foram selados em uma cápsula de fuga e lançados no espaço, mas Boba sabotou a cápsula para se separar (e seus companheiros habitantes) dos outros fugitivos. O pod foi interceptado pela Escravo I, liderado por Sing e Bossk, o que revelou Boba como o traidor que destruiu a Resistência.[16]

Boba e os caçadores de recompensas assistem à explosão da Resistência.

Depois de deixar a cápsula de fuga, Boba e os outros caçadores de recompensas, incluindo Castas, fizeram seu caminho para o planeta próximo Vanqor, onde a Resistência havia caído após a explosão. Uma vez lá, eles mataram vários soldados clones e capturaram o almirante Kilian, o oficial comandante da nave, bem como o comandante clone Ponds e outro oficial. Na esperança de preparar outra armadilha para Windu, Boba equipou o velho capacete de seu pai como um explosivo na ponte da nave, que seria detonado se Windu viesse à procura de sobreviventes. O Mestre Jedi, com Skywalker, chegou logo em seguida. O capacete explodiu logo depois que Windu percebeu e lembrou que Jango tinha um filho - deduzindo que era Boba quem estava tentando matá-lo. Windu e Skywalker não morreram na explosão que se seguiu, mas foram apanhados nos escombros da embarcação que se deteriorava rapidamente.[17]

Enquanto Boba e os outros caçadores de recompensas assistiam à explosão, ele presumiu que Windu havia sido morto e queria recuperar seu corpo. Alguns de seus companheiros objetaram, no entanto, acreditando que seus três prisioneiros já eram o suficiente para ganhar uma fortuna considerável do Conde Dooku se fossem entregues aos Separatistas, mas Sing ficou do lado de Boba, e a equipe partiu para encontrar o corpo de Windu .Ao entrarem na nave, eles encontraram R2-D2, o droide astromecânico pessoal de Skywalker, que tentou retardar seu avanço jogando destroços neles e fechando portas em seu caminho. Incapaz de chegar à ponte, Sing tomou a decisão de usar o Escravo I para destruir o restante da Resistência, garantindo que Windu morreria.[17]

A escravo I persegue R2-D2, que pilota o caça estelar de Windu.

Antes de usar o Escravo I, os caçadores de recompensas ouviram uma explosão causada por R2-D2, que havia sido atacado por gundarks e usou um dos caças Jedi para matar um gundark. Os caçadores de recompensas acreditavam que isso significava que Windu havia sobrevivido e bloqueado todas as comunicações, na esperança de impedir os Jedi de pedir ajuda. R2-D2 foi capaz de escapar no outro caça estelar, no entanto, e sobreviveu a um breve tiroteio com a Escravo I antes de pular para o hiperespaço para Coruscant, onde ele encontrou ajuda com sucesso no Templo Jedi e foi capaz de trazer uma equipe de Jedi e clones para resgatar Windu e Skywalker. Os caçadores de recompensas, entretanto, decidiram usar os reféns para atrair Windu para uma armadilha.[17]

Sing se encarregou de preparar a armadilha, e ela enviou uma transmissão para o Templo Jedi revelando que eles estavam mantendo os prisioneiros da República. Sing disse a Boba para executar pessoalmente o comandante Ponds durante a transmissão, mas ele recusou, pois seu objetivo era matar Windu em vez de outros prisioneiros. Sing executou Ponds sozinha, jogando-o no espaço, e o relacionamento de Boba com ela e os outros caçadores de recompensas começou a se deteriorar. Boba também se opôs ao tratamento dispensado aos outros prisioneiros, chegando ao ponto de mostrar compaixão, fornecendo-lhes água. No entanto, a transmissão para o Templo Jedi acabou colocando os Jedi em seu encalço, apenas a Ordem enviou Mestre Plo Koon e Padawan Ahsoka Tano ao invés de Mestre Windu.[18]

O grupo logo se refugiou em Florrum, onde Sing planejava buscar a ajuda de Hondo Ohnaka, um pirata de especiarias e seu ex-amante. Ohnaka se recusou a ajudá-la se o Jedi chegasse em Florrum, mas ele também jurou não ficar no caminho dela. Castas, no entanto, contatou um colega caçador de recompensas em Coruscant e se ofereceu para fornecer informações sobre Boba e os outros. Sing ouviu sua conversa e o executou, deixando Boba horrorizado ao começar a perceber que havia cometido um erro ao se juntar aos caçadores de recompensas contra Windu.[18]

Boba, Sing e os Jedi em um impasse em Florrum.

Apesar da traição de Castas, foi sua transmissão para Coruscant que permitiu aos Jedi descobrirem Boba e os outros em Florrum, como Tano ouviu a transmissão. Os dois Jedi chegaram a Florrum logo depois, onde Sing tentou resgatar os prisioneiros. Ambos os lados acabaram se atacando, com Boba segurando um blaster na cabeça de Koon e Tano segurando um sabre de luz na garganta de Sing. Os caçadores de recompensas criaram uma distração e tentaram escapar, mas Boba foi capturado enquanto Sing fugia em um speeder. Koon interrogou Boba, que se recusou a revelar a localização dos reféns, apesar de suas reservas sobre o tratamento. Ohnaka foi capaz de convencer Boba a contar aos Jedi, no entanto, dizendo que Jango gostaria que seu filho fizesse a coisa honrosa. Os reféns foram resgatados, enquanto Sing conseguiu chegar a Escravo I e começar a fugir, mas Tano agarrou-se à nave e danificou-a o suficiente para causar um acidente. A nave afundou em uma explosão de fogo e os Jedi presumiram que Sing tinha morrido, mas ela sobreviveu.[18]

Boba e Bossk, que também foi detido, foram enviados para Coruscant, onde seriam presos. Windu conheceu Boba em sua chegada, e Boba se desculpou por suas ações e pela destruição que ele causou - mas ele jurou nunca perdoar Windu por matar seu pai.[18]

Tornando-se um caçador de recompensas[editar | editar código-fonte]

"Chefe? Este é o seu chefe? "
"Você tem algum problema com isso?
"
―Asajj Ventress e Boba Fett, como Ventress expressa ceticismo em relação à idade e experiência de Boba[fonte]

Boba confronta Kenobi, disfarçado de Rako Hardeen, na prisão em Coruscant.

Boba foi preso em Coruscant por suas ações durante as tentativas de assassinato. Durante seu tempo na prisão, um plano da República foi colocado em ação com o objetivo de prevenir uma suposta conspiração de sequestro contra o Supremo Chanceler Sheev Palpatine. Para fazer isso, Obi-Wan Kenobi fingiu sua morte e se disfarçou como Rako Hardeen, o suspeito do atentado contra sua vida, e entrou na mesma prisão onde Boba estava detido. Kenobi se juntou a Moralo Eval, um suspeito no plano de sequestro suspeito, e o caçador de recompensas Cad Bane para escapar da prisão na esperança de que isso o levasse ao coração da conspiração. Como parte da tentativa de fuga, Bane pagou e encorajou Boba a confrontar "Hardeen", e Boba afirmou que Hardeen o havia enganado por causa de uma recompensa. Boba e Kenobi lutaram brevemente entre si, antes que Bossk interviesse e iniciasse um motim para defender Boba. O plano de Bane foi bem sucedido,[19] e Kenobi acabou ajudando a impedir a conspiração contra o chanceler Palpatine.[20] Após a recaptura de Bane, Boba o gritou por ter sido recapturado tão rapidamente após a distração de Boba. Bane então pediu para lhe contar a história, à qual Boba respondeu que esperava que terminasse com Bane devolvendo-lhe o dinheiro que prometeu por criar a distração anterior. Depois de perguntar mais sobre sua parte no acordo, Bane revelou que 'Hardeen' não havia realmente matado Kenobi, antes de entrar na história do que aconteceu da perspectiva de Bane. Depois de ouvir o relato completo de Bane, Boba expressou seu desgosto pelos Jedi antes de informar a Bane sobre um plano que ele e Bossk haviam arquitetado, que envolveria Bane e o uso de seus blasters.[21]

Boba se tornou um caçador de recompensas por direito próprio, formando um sindicato baseado em Tatooine.

Boba saiu da prisão pouco depois[22] e formou o sindicato de caçadores de recompensas Krayt's Claw,[23] usando Tatooine como sua base de operações. Como parte do sindicato, Boba contratou Bossk, Dengar, C-21 Highsinger e Latts Razzi.[12] Uma das missões que eles escolheram realizar foi em Quarzite, onde deveriam proteger a carga em um bonde subterrâneo de ser atacada e roubada por um bando de invasores. Depois de Asajj Ventress, uma ex-aprendiz do Conde Dooku que foi traída pelo Lorde Sith e se tornou uma caçadora de recompensas, matou um de seus companheiros de equipe, Oked, Ventress foi contratado em seu lugar. A equipe deixou Tatooine e prosseguiu para uma estação de elevador orbital acima de Quarzite, onde encontrou seu empregador, o major Rigosso, e recebeu os detalhes de sua missão. A tripulação deveria proteger o conteúdo de um baú, que seria entregue ao Otua Blank, o governante de Quarzite, por meio de um bonde subterrâneo, já que a atmosfera do planeta tornava impossível a entrega via espaçonave. O baú precisava de proteção do bando de invasores, e foi por isso que os caçadores de recompensas foram contratados.[22]

A equipe embarcou em sua missão pegando o elevador espacial abaixo da superfície do planeta, onde embarcaram no bonde e fizeram seus preparativos para defender o baú dos invasores. Os invasores embarcaram no bonde durante sua jornada e atacaram, matando o pessoal Quarzite. A maioria dos caçadores de recompensas foi jogada para fora do bonde. Durante a luta contra os invasores, Boba inadvertidamente derrubou o baú, revelando seu conteúdo: uma jovem chamada Pluma Sodi, que havia sido sequestrada para se casar com Otua Blank contra sua vontade. O líder dos invasores, Krismo Sodi, era seu irmão, que estava tentando salvar sua irmã. Ventress e Boba, que conseguiram permanecer no bonde, discutiram sobre a situação depois que Pluma implorou ao ex-acólito Sith, que sentiu simpatia pela garota; Ventress também foi tirada à força de sua casa. Boba, por outro lado, pretendia dar continuidade à operação. Ventress usou a Força para sufocar Boba, impedindo-o de cumprir a missão[22] e puxando-o para a mesma sala onde Pluma e Krismo estavam sendo mantidos.[24]

Assim que o bonde chegou ao seu destino, Ventress entregou a arca a Blank e reclamou a recompensa, partindo antes que o governante pudesse descobrir o conteúdo da arca: um Boba furioso, que Ventress amarrou e colocou no baú. Ventress havia liberado Pluma para seu irmão e reagrupado com os outros caçadores de recompensas, pagando-lhes suas partes da recompensa antes de se separar deles. Quando Ventress se encontrou com os outros caçadores no navio e perguntou onde estava seu líder, ela respondeu que Boba iria aparecer.[22]

Administrando um sindicato[editar | editar código-fonte]

"Para registro, eu sei que você vai nos trair em algum momento. Eles podem não ver, mas eu vejo ... E também, apenas para registro. Não sou o garoto que você deixou para trás em Quarzite. Você me trai de novo - você vai pagar por isso."
―Boba Fett concorda em aceitar a missão de Ventress para resgatar Quinlan Vos[fonte]

Apesar de seu constrangimento nas mãos de Ventress, Boba continuou a comandar um sindicato de caçadores de recompensas baseado em Coruscant e Tatooine. No entanto, a história de Ventress com a equipe continuou a assombrar a tripulação. Nos últimos anos das Guerras Clônicas, Boba foi abordado pelos Jedi Quinlan Vos enquanto freqüentava um dos bares Nível 1313 de Coruscant. Vos estava interessado em caçar o ex-Sith para uma planejada tentativa de assassinato do Conde Dookan e queria ser parceiro de Ventress. Boba informou a Vos que Ventress estava caçando um fugitivo Volpai chamado Moregi na lua Pantora.[23] Usando as informações de Fett, Vos viajou para Pantora, onde se encontrou com Ventress. Depois de fazer vários trabalhos de caça de recompensas juntos, Vos revelou sua verdadeira missão para Ventress, que concordou em treiná-lo nos caminhos do lado sombrio da Força. Quando a tentativa de Vos falhou, Ventress abordou Boba mais uma vez no Espaçoporto Cantina de Chalmun em Tatooine com a esperança de recrutar seu sindicato para resgatar seu novo parceiro que se tornou amante. Embora inicialmente frio, Fett e seus companheiros caçadores de recompensas aceitaram o trabalho de Ventress depois que ela se ofereceu para pagar 250.000 créditos adiantados. Satisfeito, Boba e seus aliados se juntaram a Ventress em sua missão para resgatar Vos. No entanto, Dookan derrotou Fett e seus companheiros caçadores de recompensas com relativa facilidade e a tentativa de Ventress de salvar Vos resultou em fracasso também. Derrotado, mas vivo, Boba e sua tripulação retiraram-se de Serenno.[23]

Os anos seguintes[editar | editar código-fonte]

Assumindo o manto[editar | editar código-fonte]

Fett captura sua presa

Em algum momento de sua infância, como aconteceu com Sing, Fett aprendeu sobre o comércio de caça de recompensas com Cad Bane e Ohnaka.[25] Nos anos seguintes, Boba ganhou a reputação de um dos caçadores de recompensas mais mortíferos da galáxia.[12] Uma de suas táticas conhecidas foi desintegrar seus adversários.[26] Com a evolução de sua carreira, Boba herdou a armadura Mandaloriana de seu pai, reconstruindo-a em memória de Jango. Fett também recuperou a posse da Escravo I.[27] A armadura de Boba também era adornada com numerosas tranças penduradas no ombro, que ele exibia como troféus de sua presa caída.[26] Enquanto o caçador de recompensas só assumia certas atribuições, ele se dedicava a esses poucos trabalhos com habilidade fanática. Boba assumiu o manto que Jango havia deixado como um notório caçador de recompensas, já que Boba se tornou conhecido como o melhor caçador de recompensas da galáxia.[26]

O Trabalho Corelliano[editar | editar código-fonte]

"As ordens eram para esperar pelo seu reforço."
[…]
"É por isso que eu não esperei. Você apenas atrapalha."
"Fique ... fique longe de mim, Fett, antes que eu te mate.
"
―Beilert Valance e Boba Fett[fonte]

Khamus, herdeiro do Mourner's Wail Syndicate, contratou Fett e outros caçadores de recompensas para se infiltrar em um santuário do Clã Ininterrupto e matar um alvo em Corellia. A equipe - que incluía Beilert Valance, Bossk, Nakano Lash e T'ongor - derrotou com sucesso os guardas ao redor da instalação em Cidade de Coronet, mas foi forçada a recuar quando Lash atirou em Khamus depois que o cliente eliminou seu alvo.[28] O fracasso em Corellia prejudicou a reputação de Fett, o que o fez desenvolver um grande ódio por Lash.[29]

Trabalhando para Jabba[editar | editar código-fonte]

Boba observa enquanto Jabba, o Hutt, fala com Han Solo em Mos Eisley.

Na época da Guerra Civil Galáctica, Fett era considerado um caçador de recompensas estabelecido que trabalhava como um dos mercenários de Jabba, o Hutt.[30]

Boba estava presente quando Jabba desencorajou um par de viajantes a tentar adquirir a bebida alcoólica Vento do Deserto de um grupo de Tuskens. Mais tarde, ele emboscou os viajantes, além de outras partes interessadas, quando eles tentaram continuar sua busca sem o conhecimento de Jabba.[31]

Em algum momento antes da missão secreta para Tatooine, Boba viajou para Coruscant, onde encontrou três espiões rebeldes. Depois que os espiões tentaram enfrentar Boba com disruptores de íons, ele os desintegrou usando um acelerador de arma, o que irritou Darth Vader, que se recusou a pagar a recompensa a Boba porque não havia corpos.[32]

Pouco antes da Batalha de Yavin, Boba planejou originalmente deixar Tatooine. Mas depois de descobrir que Vader estava procurando um par de droides fugitivos, Boba mudou os planos para tentar coletar a recompensa. Ele seguiu uma das pegadas dos droides que levaram a marcas feitas por um sandcrawler. Ao traçar o caminho do sandcrawler até seu destino, ele descobriu que os Jawas haviam sido exterminados, provavelmente por stormtroopers. Depois de um trabalho adicional, Boba deduziu que as forças do Império aparentemente mataram todos os que conheciam os droides. Isso incluía os dois habitantes que moravam em uma fazenda de umidade incendiada que Boba havia investigado. Com observação cuidadosa, Boba descobriu que havia três habitantes morando naquela fazenda úmida, e que o terceiro habitante provavelmente fugiu com os droides.[32]

Mais tarde, Boba esteve presente em Mos Eisley em Tatooine quando Jabba confrontou Han Solo, um dos contrabandistas do Hutt; Solo devia dinheiro a Jabba depois de despejar sua carga de contrabando antes que sua nave, a Millennium Falcon, fosse abordado por soldados do Império Galáctico. Solo prometeu a Jabba que o pagaria, mas uma recompensa foi colocada pela cabeça do contrabandista. Solo, que se tornou membro da Aliança para Restauração da República,[33] no final das contas não pagou Jabba, levando Boba a perseguir a recompensa.[30]

Guerra Civil Galáctica[editar | editar código-fonte]

Recompensa para o Lorde das Trevas[editar | editar código-fonte]

"Existe um piloto X-Wing. Ele conhecia um Obi-Wan Kenobi. Ele deixou este planeta a bordo de uma nave de contrabando chamada Millennium Falcon."
"Eu conheço a nave. Morto ou vivo?"
"Vivo.
"
―Darth Vader dá a Boba Fett sua missão.[fonte]

Fett e Black Krrsantan encontram Vader no deserto.

Não muito depois da Batalha de Yavin, Boba estava presente no Palácio de Jabba quando o Lorde Sombrio dos Sith Darth Vader visitou em nome do Imperador, para negociar os termos do Clã Hutt, fornecendo aos Militares Imperiais recursos brutos para aumentar sua produção. No entanto, Vader chegou um dia antes em nome de si mesmo. Jabba estava desconfiado de Vader, mas ordenou que sua corte os deixasse em privacidade mesmo assim. Vader logo revelou que precisava de dois dos melhores caçadores de recompensas de Jabba. Depois que Jabba testou o Lorde das Trevas, eles chegaram a um acordo, então Jabba enviou Boba e o Wookiee Black Krrsantan.[34]

Mais tarde naquele dia, Boba e Krrsantan encontraram Vader no deserto após se encontrarem com Jabba. Vader perguntou se os dois caçadores de recompensas eram os melhores de Jabba, e quando Boba garantiu que sim, Vader deu a cada um deles suas missões: Boba deveria capturar um piloto da Aliança Rebelde associado a um homem chamado Obi-Wan Kenobi e a uma embarcação de contrabando conhecida como Millennium Falcon. E a recompensa de Krrsantan foi para um agente imperial que o imperador favoreceu. Ele também deveria ser preso vivo. Boba garantiu a Vader que sua vontade seria feita. O Lord das Trevas disse a eles para começarem imediatamente, enquanto ele se aquecia em um acampamento Incursor Tusken que ele havia massacrado antes.[34]

Por ordem de Vader, Boba começou a busca imediatamente. Ele sabia que Solo frequentava Mos Eisley, então ele começou lá para encontrar o cúmplice de Solo. Boba logo encontrou um grupo de quatro rodianos e os informou de sua busca por Kenobi, ao qual o líder Rodiano respondeu que Kenobi era apenas um "velho mago louco", que vivia no Mar das Dunas, e perguntou por que Boba estava procurando pelo mago Boba apontou sua arma para o Rodiano, afirmou que Kenobi estava morto e que somente ele faria as perguntas.[35]

Depois do sarlacc[editar | editar código-fonte]

"Boba Fett?"
Mercurial Swift fingiu ver Boba Fett para distrair Dengar[fonte]

Boba Fett anos depois de sua queda no sarlacc.

Boba Fett sobreviveu à sua queda no sarlacc,[36] mas ele acabou perdendo sua armadura, que foi encontrada por Jawas e, mais tarde, vendida para o xerife Cobb Vanth. Vanth posteriormente deu a armadura para o caçador de recompensas Mandaloriano Din Djarin em troca de sua ajuda em matar um dragão krayt. Quando Din retornava a Mos Eisley com a armadura de Fett, Boba o observou à distância.

Eras-canon.png Este artigo é um esboço canônico. Você pode ajudar a Star Wars Wiki expandindo-o.

Aparições[editar | editar código-fonte]


Notas e referências[editar | editar código-fonte]

  1. 1,0 1,1 1,2 StarWars.com Encyclopedia Boba Fett na Encyclopedia
  2. 2,0 2,1 Star Wars: Absolutamente tudo que você precisa saber, atualizado e expandido afirma que Boba Fett tinha 10 anos quando seu pai morreu. E o Star Wars: Galactic Atlas estabeleceu que Jango Fett morreu em 22 ABY, Boba Fett nasceu em 32 ABY.
  3. 3,0 3,1 3,2 StarWars-DatabankII.png Boba Fett no Databank
  4. Star Wars: O Despertar da Força: Cabeça a cabeça
  5. 5,00 5,01 5,02 5,03 5,04 5,05 5,06 5,07 5,08 5,09 5,10 5,11 Star Wars Episódio II: Ataque dos Clones
  6. 6,0 6,1 Discípulo Sombrio
  7. Star Wars: Darth Vader 1: Vader
  8. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome Episode V
  9. TCW mini logo.jpg Star Wars: The Clone Wars – "The Lost One"
  10. Star Wars Episódio III: A Vingança dos Sith
  11. The Mandalorian Official Logo.jpg The Mandalorian – "Capítulo 14: The Tragedy"
  12. 12,0 12,1 12,2 StarWars-DatabankII.png Jango Fett no Databank
  13. Topps logo svg.png Boba Fett - Jango Fett Clone - Base Series 1 
  14. Age of Republic - Jango Fett 1
  15. Veículos completos de Star Wars, nova edição
  16. 16,0 16,1 16,2 TCW mini logo.jpg Star Wars: The Clone Wars – "Death Trap"
  17. 17,0 17,1 17,2 TCW mini logo.jpg Star Wars: The Clone Wars – "R2 Come Home"
  18. 18,0 18,1 18,2 18,3 TCW mini logo.jpg Star Wars: The Clone Wars – "Lethal Trackdown"
  19. TCW mini logo.jpg Star Wars: The Clone Wars – "Deception"
  20. TCW mini logo.jpg Star Wars: The Clone Wars – "Crisis on Naboo"
  21. "Bane's Story"—The Clone Wars: Stories of Light and Dark
  22. 22,0 22,1 22,2 22,3 TCW mini logo.jpg Star Wars: The Clone Wars – "Bounty"
  23. 23,0 23,1 23,2 Dark Disciple
  24. "The Lost Nightsister"—The Clone Wars: Stories of Light and Dark
  25. Star Wars: The Galactic Explorer's Guide
  26. 26,0 26,1 26,2 StarWars-DatabankII.png Boba Fett Biography Gallery no Databank
  27. Star Wars: The Complete Visual Dictionary, New Edition
  28. Bounty Hunters 1
  29. Bounty Hunters 5
  30. 30,0 30,1 StarWars-DatabankII.png Boba Fett no Databank
  31. Age of Rebellion - Jabba the Hutt 1
  32. 32,0 32,1 "Músculo adicionado"—From a Certain Point of View
  33. Star Wars Episódio IV: Uma Nova Esperança
  34. 34,0 34,1 Darth Vader 1
  35. Star Wars 4: Skywalker Ataca, Parte IV
  36. The Mandalorian Official Logo.jpg The Mandalorian – "Capítulo 9: The Marshal"
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.