Star Wars Wiki em Português
Advertisement
Star Wars Wiki em Português

Este artigo detalha um assunto considerado cânon.

O assunto deste artigo existe ou é relevante no mundo real.

Capítulo 3: The Sin é o terceiro episódio da primeira temporada da série live-action The Mandalorian. Estreou em 22 de Novembro de 2019, exclusivamente na Disney+.[1]

Resumo do enredo

Entregando o Ativo

Pilotado pelo Mandaloriano, a Razor Crest sai do hiperespaço e chega em Nevarro. Ele voa na espaçonave com a Criança em seu berço, e é contatado através do holoprojetor por Greef Karga, que recebeu sua transmissão anteriormente. Karga ordena que ele entregue sua caça diretamente ao Cliente. Karga não se preocupa com o que o Cliente quer fazer com isso, mas diz que ele está muito ansioso. Ele lembra ao Mandaloriano sobre seu local preestabelecido. A Criança pega uma bolinha de uma das peças da nave, mas o Mandaloriano a leva embora, dizendo que aquilo não é um brinquedo. Ele coloca a Criança de volta em seu berço antes de levar a nave para o planeta abaixo.

A nave é pousada pelo Mandaloriano no espaçoporto e desembarca com a criança no berço enquanto outra nave pousa nas proximidades. Os dois se movem pelas ruas, passando por humanoides, droides e alienígenas, e o Mandaloriano leva a Criança de volta às instalações remanescentes do Império. Eles são recebidos pelo droide porteiro TT-8L/Y7 a quem o Mandaloriano mostra um disco como prova de identidade; a Criança reage com surpresa quando o droide se retrai.

Pouco depois, um par de stormtroopers do remanescente sai do local, e a Criança abaixa as orelhas e a cabeça. Dentro do corredor, um dos Stormtroopers puxa com força o berço, fazendo com que o Mandaloriano diga para ele tomar cuidado, mas o stormtrooper retruca que ele é quem deveria tomar cuidado. Os stormtroopers conduzem o par até o Cliente e o Doutor Pershing, que ficam maravilhados em ver a Criança. Pershing examina a Criança com um dispositivo vermelho brilhante enquanto o Mandaloriano observa.

Pershing observa que a Criança está muito saudável, e o Cliente diz ao Mandaloriano que sua reputação não é injustificada. Quando o Mandaloriano perguntou quantos rastreadores fob foram distribuídos, o Cliente responde que este era um recurso de extrema importância para ele, a entrega tinha que ser garantida, mas promete os espólios ao vencedor: um recipiente contendo várias barras de beskar. O Cliente observa, em relação ao Ativo, "uma recompensa tão grande, para um pacote tão pequeno".

A Criança chora quando Pershing o leva para uma sala adjacente, e o Mandaloriano, observando, pergunta ao Cliente quais são seus planos para ele. O Cliente responde que não é característico que alguém de sua reputação e comissão faça tal pergunta, uma vez que diz o código da Guilda de Caçadores de Recompensas que tais eventos são "esquecidos" assim que forem entregues. O Cliente diz logo em seguida que o beskar é o suficiente para fazer uma bela substituição para sua armadura, mas que, infelizmente, para encontrar um outro Mandaloriano capaz de forjá-la é mais difícil do que encontrar o aço.

Uma chegada fria

O Mandaloriano caminha pelo mercado e retorna ao covil subterrâneo da Tribo com sua recompensa, e os outros Mandalorianos olham para ele com silêncio e desdém. Ele traz então o contêiner com o beskar para a Armeira Mandaloriana, que olha para o beskar enquanto os outros Mandalorianos se reúnem.

Ela explica que esse beskar pode ser moldado de várias formas, e o Mandaloriano diz que sua armadura, danificada durante a missão para Arvala-7, havia perdido sua integridade e que poderia precisar ser recomeçada. A Armeira diz que ela pode forjar uma couraça completa, o que faria jus ao status do Mandaloriano. Ele diz que seria uma grande honra, embora ela o avise que isso atrairá muitos olhares.

Um grande homem Mandaloriano chamado Paz Vizsla examina uma das barras de beskar e conclui que ela foi forjada em uma fundição Imperial, baseado no símbolo que estava sobre os beskars. Ele diz que este é um dos despojos do Grande Purgo, a razão de eles viverem escondidos, "como ratos da areia". A Armeira Mandaloriana responde que o sigilo é a sobrevivência, e que a sobrevivência é a força. Vizsla responde que a força já esteve nos números e lamenta que agora eles escapem do solo um de cada vez. Ele diz que o mundo deles foi destruído pelo Império com quem este "covarde", apontando para o Mandaloriano, tem confraternizado.

Uma pequena briga irrompe entre o Mandaloriano e Vizla; o último tenta arrancar o capacete do Mandaloriano, mas este revida com sua faca. Vizla também saca a sua, mas a Armeira interrompe a briga, dizendo que o Império não existe mais, e o beskar retornou. Ela os lembra que, quando alguém escolhe seguir o caminho de Mandalore, passa-se a ser caçador e caça. Ela pergunta como alguém pode ser covarde se escolhe esse estilo de vida. Ela pergunta ao Mandaloriano se ele já removeu seu capacete e se ele foi removido por outros, e ele diz que não. Os Mandalorianos, incluindo Vizla, entoam: "como deve ser".

A Armeira então pergunta ao Mandaloriano o que causou o dano em sua armadura. Ele responde que foi um mudhorn, e a Armeira responde que, por causa disso, ele merece como símbolo de sua nova armadura um mudhorn. O Mandaloriano se recusa a fazê-lo, pois não foi uma morte nobre, já que foi ajudado por um inimigo. Quando ela pergunta por que um inimigo o ajudaria na batalha, ele explica que, na época, não sabia que era seu inimigo.

Já que o Mandaloriano abriu mão do símbolo, a Armeira decide usar o beskar para forjar aves cantantes. O Mandaloriano concorda com isso, acrescentando que ela deveria reservar um pouco para os enjeitados. Ela concorda e diz "como sempre deve ser", acrescentando em seguida que os enjeitados são o futuro, "como deve ser", e os outros Mandalorianos também repetem "como deve ser". Ela coloca as barras beskar dentro da fundição, onde são derretidas.

A Armeira explica que as aves cantantes são uma defesa poderosa contra múltiplos inimigos e diz ao Mandaloriano para usá-los racionalmente, pois elas são raras. Enquanto ela forja uma peça de reposição no peitoral, o Mandaloriano tem um flashback das forças Separatistas, incluindo uma nave droide PMP e droides de batalha bombardeando sua cidade natal quando criança. Seus pais alcançam um bunker e o colocam dentro antes de lacrá-lo. O flashback termina com o Mandaloriano olhando para o rosto de um super droide de batalha B2, quando a peça do peitoral é forjada.

Uma recompensa vazia

Na cantina de Nevarro, Karga repreende um caçador de recompensas chamado Saucer Head, que presumivelmente falhou em sua missão, dizendo a ele para ir embora. Pouco depois, o Mandaloriano entra na cantina, silenciando seus clientes enquanto todos olham para ele. Karga o cumprimenta e diz ao Mandaloriano que todo mundo o odeia, porque ele é uma lenda.

Quando o Mandaloriano pergunta quantos deles tinham rastreadores fob, Karga diz que todos eles, mas que nenhum deles completou a missão. Karga o parabeniza por ganhar a recompensa mais rica deste parsec e o convida a se sentar. O Mandaloriano tira seu blaster e se senta. Karga diz a ele que os outros estão avaliando o beskar, mas que ele comemora o sucesso do Mandaloriano porque é o sucesso dele também, se gabando de ser rico, e pergunta como pode mostrar sua gratidão ao seu parceiro mais valioso.

O Mandaloriano pede seu próximo trabalho. Isso surpreende Karga, que sugere que o Mandaloriano tire uma folga para se divertir e se oferece para levá-lo aos banhos de cura dos Twi'leks. No entanto, o Mandaloriano insiste em seu próximo trabalho. Karga atende seu pedido, já que os caçadores Mandalorianos "gostam de se manter ocupados"; ele diz que os alvos estão todos distantes e que ele pode escolher, já que mereceu sua escolha. O Mandaloriano opta por um trabalho distante, que acaba por ser o filho de um nobre Mon Calamari que fugiu da fiança. Karga observa que o Mandaloriano está se dirigindo às dunas oceânicas de Karnac.

Antes de partir, o Mandaloriano pergunta o que farão com a Criança, mas Karga diz que não perguntou porque é contra o código da Guilda. O Mandaloriano conta a ele que os homens trabalhavam para o Império e pergunta o que eles estão fazendo em Nevarro. Karga diz que o Império acabou e que tudo o que resta são mercenários e senhores da guerra; caso isso o incomode, Karga diz ao Mandaloriano para voltar aos Mundos do Núcleo e relatar o assunto à Nova República. No entanto, o Mandaloriano dá de ombros, dizendo que ela é uma "piada". Karga diz ao Mandaloriano para desfrutar de suas recompensas e comprar um camtono de especiarias e brinca, dizendo que ele já vai ter esquecido completamente disso antes de sair do hiperespaço.

Uma mudança de coração

O Mandaloriano embarca na Razor Crest e prepara sua nave para a decolagem. No entanto, ele vê a bolinha com a qual a Criança estava brincando e a aparafusa de volta na alavanca. Isso o faz reconsiderar sua decisão de entregar a Criança ao remanescente Imperial e desliga os motores da nave. Ele volta para o posto avançado Imperial e se aproxima do portão verde.

O Mandaloriano caminha para um beco próximo onde ele vê o berço flutuante da Criança jogado em uma lixeira. O Mandaloriano se posiciona em um telhado próximo, usando seu tridente para ouvir seus alvos, e ouve o Cliente dizendo a Pershing que ele não se importa e deveria extrair o material necessário rapidamente. Pershing protesta que foi ordenado a trazer o ativo de volta vivo. O Cliente diz para ele se apressar, pois ele não pode mais garantir sua segurança.

Resgatando a Criança

O Mandaloriano bate na porta verde e é saudado pelo droide porteiro. No entanto, o Mandaloriano arranca violentamente a cabeça do droide, causando um curto-circuito, e se esconde. Dois stormtroopers saem para investigar, e um diz ao outro para verificar o perímetro. O Mandaloriano planta um detonador em uma parede próxima, abrindo um buraco no complexo Imperial.

Outros dois stormtroopers saem para investigar, mas o Mandaloriano atira neles por trás. Outro stormtrooper entra no corredor e encontra seus camaradas caídos, um dos quais tem um buraco fumegante no peito. O Mandaloriano o derruba com seu blaster e atira nele também. Ele se aventura mais a fundo no complexo, onde prende um quarto stormtrooper com seu cabo de luta e o esfaqueia.

Ele abre uma porta e atira nos dois stormtroopers dentro do laboratório. Ele também encontra o Dr. Pershing, o Mandaloriano está prestes a atirar nele, mas Pershing implora por sua vida. O Mandaloriano atira em uma Unidade de Interrogação IT-O. A Criança está sendo digitalizada em uma máquina. Pershing implora para que o Mandaloriano não machuque a Criança e o Mandaloriano em vez disso o joga no chão, perguntando o que ele fez com a Criança. Pershing responde que, se não fosse por ele, a Criança estaria morta. Ele novamente implora por sua vida, apenas para descobrir que o Mandaloriano deixou o laboratório com a Criança.

O Mandaloriano leva a Criança para um depósito. Vários stormtroopers entram no depósito com lanternas presas às armaduras, com a intenção de expulsá-lo, mas ele se esconde atrás das caixas e nocauteia um stormtrooper, que disse a ele para desistir, porque não há onde se esconder, mas ele consegue derrubar um segundo stormtrooper antes de atordoar um terceiro.

O Mandaloriano e a Criança saem do depósito apenas para encontrar um Stormtrooper. Matando-o em um tiroteio, o Mandaloriano então libera seu lança-chamas em um segundo Stormtrooper, queimando-o. A Criança desvia o olhar enquanto isso acontece. O stormtrooper carbonizado cai no chão.

Ele entra na sala de reuniões com a Criança, mas é encurralado por mais quatro Stormtroopers, que ordenam que ele se renda. O Mandaloriano diz a eles que o que ele está segurando é muito valioso, e gentilmente abaixa sua arma e a Criança. Eles ordenam que o invasor se ajoelhe, mas ele solta suas novas aves cantantes e mata todos os Stormtroopers de uma só vez. Ele então sai do complexo remanescente Imperial.

Inimigo da Guilda

Mais tarde, na cantina, vários rastreadores fob de caçadores de recompensas são ativados, incluindo o de Greef Karga. O Mandaloriano caminha pelas ruas com a Criança, sendo é cercado por vários caçadores de recompensas armados. Karga dá as boas-vindas ao Mandaloriano e ordena que ele coloque o "pacote" no chão. O Mandaloriano diz a eles para saírem da frente, porque ele está voltando para sua nave. Karga reitera sua ordem de colocar o alvo no chão, assim talvez ele deixe ele ir embora.

O Mandaloriano diz que a Criança vai com ele, e Karga diz que se ele realmente se preocupa com a Criança, ele a colocará no speeder e discutirá as condições. Um droide astromecânico R6, no speeder, vira a cabeça. Quando o Mandaloriano pergunta como ele sabe se pode confiar nele, Karga responde que ele é sua "única esperança".

O Mandaloriano olha para a Criança adormecida e então atira nos outros caçadores de recompensas, pulando em um veículo repulsorlift carregando bagagem. Um tiroteio começa, e o Mandaloriano força o droide astromecânico a dirigir o veículo. O Mandaloriano troca tiros com seus companheiros membros da Guilda e derruba vários, mas o droide é atingido logo e o speeder para de funcionar.

Os caçadores de recompensas convergem para o Mandaloriano, mas ele usa seu tridente para incinerar dois caçadores, incluindo o Rodiano Chussido. Karga observa que o Mandaloriano possui uma "arma impressionante". O Mandaloriano dá um ultimato a Karga: ele vai deixá-lo andar com a Criança de volta a nave. Karga, porém, dá um contra ultimato: o Clã pega a Criança e, se ele tentar impedi-los, eles o matam e despojam seu corpo em partes. O Mandaloriano se recusa e atira em vários inimigos com seu tridente e blaster. O Mandaloriano consegue afastar os caçadores de recompensas por um tempo com seu lança-chamas, mas este logo se esgota. Antes de se preparar para sua última resistência, ele olha para a Criança.

Redenção e fuga

Felizmente, vários outros membros da Tribo, vestindo jetpacks, vêm em seu auxílio, eliminando vários caçadores de recompensas. Karga percebe que a batalha se voltou contra ele e foge. Paz Vizsla diz ao Mandaloriano para escapar enquanto eles fornecem cobertura de fogo. O Mandaloriano diz que terão que realocar a comunidade, mas Vizla diz que "como deve ser". Os Mandalorianos ecoam em uníssono.

O Mandaloriano embarca na Razor Crest, mas logo é encurralado por Greef Karga, que diz a ele que quebrou o Código dos Caçadores de Recompensas. O Mandaloriano libera um pouco de gás tibanna na tentativa de cegá-lo, atirando logo em seguida com seu blaster, removendo-o de sua nave antes de decolar. Enquanto a Razor Crest decola, os outros Mandalorianos fornecem fogo de cobertura.

Karga sobrevive ao ferimento do blaster, já que o tiro atingiu uma barra beskar que estava dentro de sua jaqueta. O Mandaloriano voa com sua nave pelos céus de Nevarro. Paz Vizsla voa ao lado da nave e o saúda antes de voar a fora. O Mandaloriano comenta que precisa de um jetpack. A Criança está sentada ao lado de seu colo, e o Mandaloriano dá a ele a bolinha qual estava brincando anteriormente, antes de levar a Razor Crest para o espaço.


Aparições

Bibliografia

Notas e referências

  1. 1,0 1,1 Aaron Couch. 'The Mandalorian': Jon Favreau Teases Disney+ Series at Star Wars Celebration (2018-12-10). hollywoodreporter.com. The Hollywood Reporter. Arquivado do original em 8 de novembro de 2019.
  2. Bea Caicoya. Star Wars: The Mandalorian Release Schedule, First Three Synopses Revealed. cbr.com. CBR.com. Arquivado do original em 8 de novembro de 2019.
  3. The Mandalorian Media Kit (PDF) (2019-09-24). Walt Disney Direct-to-Consumer & International p. 1. The Walt Disney Company. Arquivado do original em 3 de fevereiro de 2020.
  4. De acordo com a linha do tempo mostrada em D23 Expo 2019, The Mandalorian se passa cinco anos depois de Star Wars Episódio VI: O Retorno de Jedi. Star Wars: Atlas Galáctico data os eventos de O Retorno de Jedi em 4 DBY, enquanto The Mandalorian se passa em 9 DBY.



As seções "Aparições" e "Fontes" foram importadas e traduzidas automaticamente do artigo em inglês pela Interface de Criação de Páginas. Consulte o histórico do artigo original para identificar os autores.
Advertisement