Este artigo detalha um assunto considerado cânon.

O assunto deste artigo aparece na era da Ascensão do Império.O assunto deste artigo existe ou é relevante no mundo real.

"A confiança é o maior presente, mas deve ser conquistada."
―Moral[fonte]

"Crisis on Naboo" é o décimo oitavo episódio da quarta temporada da série de televisão Star Wars: The Clone Wars. Estreou em 26 de Junho de 2012.

Descrição oficial

O chanceler viaja para Naboo para presidir uma cerimônia pública, protegido por cavaleiros Jedi. Dookan e seus caçadores de recompensas - incluindo um infiltrado Obi-Wan Kenobi - iniciam seu plano de sequestro.

Resumo da trama

Eisódio 18
Crisis on Naboo
Supremo Chanceler em perigo! Depois
de sobreviver às provas da Caixa,
Obi-Wan Kenobi - disfarçado como Rako
Hardeen - é convidado a juntar-se ao
complô do Conde Dookan contra o Chanceler
Palpatine.
Trabalhando com uma equipe de caçadores de recompensa,
Obi-Wan viaja ao planeta Naboo, onde
o Chanceler presidirá o Festival da Luz.
Agora, enquanto o Conselho Jedi e o
Conde Dookan repassam os detalhes de
seus planos, um confronto mortal
parece inevitável....

Dookan com os caçadores de recompensa.

No Templo Jedi, os membros do Conselho Jedi, juntamente com Anakin e Ahsoka, discutem as medidas de segurança para a visita de Chanceler Palpatine a Naboo para o tradicional Festival da Luz. Mace Windu e Yoda, desde então, divulgaram para os outros que Obi-Wan ainda está vivo e disfarçado, infiltrado no enredo de Conde Dookan de atacar e sequestrar o Chanceler. Anakin prova confiante e determinado pra ver a missão terminada - mas talvez um pouco demais, o que lhe valeu olhares preocupados de Windu, Yoda e Ahsoka.

O local do festival é protegido.

Entretanto, o Conde Dookan, Moralo Eval, Cad Bane e sua equipe composta por Obi-Wan, Embo, Derrown e Twazzi tomam posse de um pequeno hangar em Theed. O grupo se reúne, e Bane prossegue para atribuir papéis aos seus colegas na trama: Derrown deve derrubar oescudo deflector erguido para proteção do chanceler, Eval deve fornecer o transporte de fuga, Embo e Twazzi, disfarçados como Guardas do Senado são escolhidos para escoltar o Chanceler, e um Obi-Wan disfarçado deve fornecer fogo de cobertura e incapacitar o chanceler com um blaster sniper. Além disso, um dispositivo de mapeamento especial é entregue para cada um deles, para levá-los ao ponto de encontro uma vez que a missão fosse concluída, e uma matriz de disfarce holográfico é usada para fazê-los parecer como Guardas do Senado. Mas, quando eles saem para seus postos, Dookan leva Bane de lado por um momento e o aconselha a manter uma atenção especial em Hardeen, de quem o Conde começou a desconfiar. Finalmente, Palpatine e sua escolta, que inclui Windu, Anakin e Ahsoka, chegam em Theed, onde o chanceler é recebido pela rainha Neeyutnee e um grupo de ilustres senadores, entre eles a própria representante de Naboo, Padmé Amidala. Embora a segurança está no lugar, Palpatine mostra pouca preocupação com o ataque iminente do Conde, e na preocupação de segurança de Padmé, Anakin atribui Ahsoka para acompanhar sua esposa e a rainha, enquanto ele toma seu lugar na linha de frente da missão. Embora assumindo a sua posição, Obi-Wan é finalmente capaz de entrar em contato com Windu e informá-lo dos elementos importantes do plano do Conde.

Naquela noite, os Naboo e seus convidados no Senado se reúnem no Palácio Real para realizar o início do festival, com Bane se infiltrando na multidão holograficamente disfarçado de um Neimoidiano. No entanto, quando a operação de Dookan começa Derrown se prepara para desativar o gerador de escudo defletor, Obi-Wan dá um aviso para Windu, mas ele e Anakin são incapazes de impedir a desativação do escudo ou a fuga de Derrown. Obi-Wan tenta impedí-lo, por desativar a mochila propulsora de Derrown, mas sua arma tinha um blaster de tiro só. O chanceler é nocauteado pela explosão do gerador de escudo, e em meio à confusão resultante Embo e Twazzi fazem Palpatine parecer com um Guarda do Senado com uma matriz holográfica enquanto Twazzi assume a aparência do chanceler. Anakin e Windu interceptam os dois e caem no truque, enquanto Bane e Eval e fogem com o chanceler inconsciente. Como o único mais próximo dos seqüestradores, Obi-Wan pega um speeder e segue Bane e Eval para o ponto de encontro, onde o nave de fuga está esperando (embora Dookan aparentemente não aparece). Quando Obi-Wan chega, ele reivindica a guarda do Chanceler na mira da arma, desencadeando uma luta feroz contra Bane. Obi-Wan eventualmente derrota os dois criminosos e os entrega às autoridades, e quando seu nome verdadeiro é revelado por Windu, Bane jura vingança amarga contra os Jedi.

Anakin duela contra Dookan.

Na manhã seguinte, Palpatine e os Jedi se preparam para voltar para Coruscant, mas mesmo que o seqüestro foi frustrado com sucesso, Anakin ainda está furioso com Obi-Wan e o Conselho Jedi por terem retido a verdade dele, mesmo que isto se destinava a convencer Dookan da "sinceridade" de Hardeen. Um comentário com raiva dele, no entanto, desencadeia uma suspeita de Obi-Wan, e antes de retirar seu disfarce, ele retorna à sua posição da noite anterior e encontra um dispositivo ativado na caixa de sua blaster franco-atirador, o que significa que Dookan não tinha aparecido porque ele tinha escutado as chamadas do comunicador de Obi-Wan para Windu. Na verdade, o Conde esperava Palpatine e Anakin em uma emboscada, que foi sutilmente arranjada por Palpatine, a fim de tirar as frustrações de Anakin e raiva ao máximo e, assim, fazê-lo passar para o Lado Negro da Força. Anakin derrota os dois MagnaGuardas que acompanharam Dookan rapidamente, mas quando Palpatine tenta fugir às ordens de Anakin, um terceiro MagnaGuarda o intercepta e o prende no lugar. Tanto Anakin e Dookan duelam entre as salas e, apesar de Anakin deter Dookan por alguns segundos, Dookan consegue dominá-lo com Relâmpago da Força. Obi-Wan, no entanto alcança Anakin e juntos eles conseguem frustrar o plano de Dookan, uma vez mais, destruindo o MagnaGuarda solitário e resgatando Palpatine, Dookan é forçando a sair de mãos vazias. Enquanto Palpatine agradece os Jedi pelo resgate oportuno, ele faz uma expressão de preocupação simulada sobre o que a galáxia se tornaria se o Jedi não existissem mais...

Elenco

Aparições

Por tipo [Esconder]
Personagens Criaturas Modelos de Dróides Eventos Lugares
Organizações e títulos Espécies Veículos e naves Armas e tecnologia Miscelânea

Personagens

Modelos de dróides

Eventos

Lugares

Organizações e títulos

Espécies

Veículos e naves

Armas e tecnologia

Miscelânea

Trailer do episódio

Star_Wars_The_Clone_Wars_Season_4_Episode_18_"Crisis_on_Naboo"_HD_Preview

Star Wars The Clone Wars Season 4 Episode 18 "Crisis on Naboo" HD Preview

Tradução

Conde Dookan: "- É isso meus amigos, é dia de acertos de contas com a República. Tomei conhecimento, de uma fonte muito confiável, que tudo vai acontecer como esperado. Façam a sua parte como combinado, e todos serão imortalizados através da história. Sem mencionar a recompensa, com tantos créditos que vocês nunca mais precisarão trabalhar de novo. Deixarei Cad Bane seguir daqui."

Cad Bane: "- Prestem atenção, só direi uma vez. Cada unidade desta tem a sua posição e informações essenciais sobre sua parte do plano."

Rako Hardeen (Obi-Wan): "- Vai nos dizer qual é o plano completo?"

Cad Bane: "- Derrown aqui vai desativar o escudo. Moralo Eval vai cuidar do transporte. Dois de vocês vão se passar por guardas do Chanceler. E você Hardeen, será o nosso atirador."

Nos bastidores

  • O clone trooper que está levando Cad Bane na prisão é um trooper de choque, mas depois dos cortes de cena, ele se transforma em um clone trooper normal.
  • Um dos fogos de artifício que Palpatine lança se assemelham à sequência de abertura de Star Wars.


[Esconder][Fonte]
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.