FANDOM


Eras-canon-transp

Eras-legends2

O Droide cirurgião 2-1B foi um modelo de droide médico comum ao longo da galáxia durante as Guerras Clônicas e a Guerra Civil Galáctica.[3]

DescriçãoEditar

Humanoide na aparência, todos os droides da série 2-1B estavam equipados com bancos de memória enciclopédicos. Os bancos de memória e os membros modulares ajudaram a assegurar que os droides davam o melhor tratamento médico em qualquer situação médica. Os droides também tinham pés estabilizadores, pernas hidráulicas, vocabulizadores, hidráulica coberta por uma couraça transparente e alguns até tinham injetores hipodérmicos. [3]

Unidades notáveisEditar

21B tauntaun

2-1B, fazendo necropsia em um tauntaun morto.

O droide TB-2 foi um droide 2-1B estacionado no cargueiro Rigger G9 Crepúsculo durante as Guerras Clônicas. Ele era originalmente um holograma,[7] mas eventualmente foi carregado em um corpo e estacionado no Destróier Estelar classe Venator Resoluto.[8]

Outros 2-1B notáveis foram usados em mundos como Naboo,[9] Alderaan,[10] e Coruscant.[11] Um droide tornou-se um garçom de bar e trabalhou na Cantina de Chalmun em Tatooine. [12] Outros droides notáveis também foram estacionados no Resoluto[13] e no Centro Médico Kaliida Shoals.

O Império Galáctico usou milhões de droides 2-1B em todo o seu território. Uma dessas unidades mais tarde se libertou e passou a ser conhecida como 2-1B Delta.[14]

2-1B foi outro droide cirúrgico notável. Ele serviu à Aliança pela Restauração da República e operou o Comandante Luke Skywalker. O droide tratou Skywalker com bacta depois que ele foi atacado por um wampa, e mais tarde foi solicitado pessoalmente por Skywalker para tratá-lo novamente após a perda sua mão para Darth Vader.[5]

O droide 2-1B 2MED2 serviu a Resistência durante a Guerra Fria e foi designado para ajudar uma equipe de combatentes da Resistência a transportar o droide de protocolo RA-7 O-MR1 da Primeira Ordem, que acreditavam saber a localização do Almirante Gial Ackbar, que havia sido capturado pela Primeira Ordem. No caminho de volta à base da Resistência, a nave da equipe caiu em um planeta desconhecido e os únicos sobreviventes eram 2MED2, O-MR1, o droide de protocolo C-3PO, o droide de construção CO-34, e os dois droides de segurança PZ-99 e VL-44. O grupo de droides trabalhou juntos para chegar em casa, mas ao longo do caminho, todos os droides, exceto C-3PO e O-MR1, foram destruídos por criaturas nativas do planeta. 2MED2 foi destruído em um ataque de um Can-Cell.[6]

Droide-esboço Este artigo é um esboço de um droide. Você pode ajudar o Star Wars Wiki expandindo-o.


ApariçõesEditar

FontesEditar

Notas e referênciasEditar

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.