FANDOM


Eras-canon-transp

Eras-legends2

"Isto não é uma caverna!"
―Han Solo[fonte]

Exogorths[3], também conhecidas como lesmas espaciais ou lesmas espaciais gigantes, eram uma espécie baseada em silício que vivia nos vazios dos asteroides. Ao menos uma lesma espacial vivia no cinturão de asteroides de Hoth.

Biologia e aparênciaEditar

Lesmas espaciais alcançariam a maturidade aos dez metros e se reproduziam se dividindo em dois corpos menores. Se uma lesma espacial não realizasse este processo, seu crescimento continuaria ininterrupto, potencialmente chegando a um comprimento de até 900 metros. Lesmas deste tamanho eram conhecidas por engolir espaçonaves inteiras e abrigar ecossistemas inteiros.[1]

Muitas vezes vivendo em campos de asteroides, lesmas espaciais se enterrariam num asteroide até se esconderem completamente. E então, se alimentariam de emissão de energia estelar, depósitos ricos em minerais do asteroide, detritos espaciais flutuantes, e outras criaturas baseadas em silício, como mynocks.[1] Em grande parte dormente, na oportunidade de se alimentar poderiam agarrar naves passantes, só que fazer isso usava toda sua energia, se cansando.[2]

HistóriaEditar

Após a Batalha de Hoth, a Millennium Falcon fugia de caças TIE se escondendo dentro do que acreditava ser a cratera de um grande asteroide; na realidade, o gargalo era uma lesma espacial gigante. Sentada na cabine, Leia Organa foi perturbada por um mynock, e ela foi pra fora com Han Solo e Chewbacca para investigar. Quando tiros foram dados, a lesma espacial se mexeu: Solo, percebendo onde eles realmente estavam, mandou todo mundo de volta pra dentro e voou a Falcon pra fora antes que a lesma espacial fechasse sua boca. A lesma espacial emergiu e tentou abocanhar a Falcon, mas o cargueiro era muito rápido, então ela recuou de volta à cratera.[4]

Aparições Editar

Fontes Editar

Notas e referências Editar

As seções "Aparições" e "Fontes" foram importadas e traduzidas automaticamente do artigo em inglês pela Interface de Criação de Páginas. Consulte o histórico do artigo original para identificar os autores.