Este artigo detalha um assunto considerado cânon.

Clique aqui para ir ao artigo da Star Wars Wiki sobre a versão Legends desta página.

Grievous foi um Kaleesh que se tornou General da Confederação de Sistemas Independentes, transformando-se no Comandante Supremo do Exército Droide Separatista durante as Guerras Clônicas contra a República Galáctica e deliberadamente recebendo aprimoramentos cibernéticos para liderar a Confederação em combate. Ele comandou incontáveis campanhas Separatistas ao decorrer da guerra, tendo sido algumas delas a Batalha de Kamino, a Primeira Batalha de Dathomir, a Terceira Batalha de Mygeeto, a Batalha de Haruun Kal, a Batalha de Utapau, a Segunda Batalha de Christophsis e a Batalha de Zanbar. Tornou-se notável caçador de Jedi durante a guerra, tendo engajado em diversos duelos contra Cavaleiros Jedi, muitas vezes saindo vitorioso de tais confrontos e coletando os sabres de luz de suas vítimas, como no caso de Cavaleiro Jedi Nahdar Vebb, Mestre Jedi Neebo, Mestre Jedi Roron Corobb etc. Sua coleção de sabres estava localizada em seu covil secreto durante a guerra, situado em Vassek 3. Como vital membro militar da Confederação, Grievous também realizava escoltas para Chefe de Estado Conde Dookan em eventos públicos importantes que requeriam a presença do líder Separatista, como o recebimento do Prêmio Humanitário Raxiano, ocorrido em 19 ABY, no mundo capital Confederado de Raxus, mais especificamente na importante cidade de Raxulon. Grievous tornou-se o Chefe de Estado da Confederação após a Batalha de Coruscant, com a morte de Dookan.

Além de suas habilidades de combate, Grievous era um brilhante estrategista militar que supervisionou várias campanhas ao longo das Guerras Clônicas—desde a Batalha de Kamino, onde ele falhou em interromper a linha de produção de tropas de clones; a Batalha de Dathomir, onde seus droides de batalha massacraram as Irmãs da Noite lideradas pela bruxa Mãe Talzin. Em 19 ABY, Grievous lançou um ataque ousado a Coruscant, a capital da República, resultando no sequestro do Supremo Chanceler Sheev Palpatine. No entanto, os Jedi conseguiram resgatar o Chanceler enquanto expulsavam os invasores separatistas. Após a perda de Dookan, Grievous e seu exército se esconderam nos Territórios da Orla Exterior. Sem o conhecimento de Grievous, seu mestre, o Lorde Sith Darth Sidious, vazou a localização do general para a Ordem Jedi, permitindo que eles invadissem o planeta Utapau em um esforço para trazer uma conclusão rápida e decisiva para a guerra. Como resultado, Grievous acabou sendo morto por seu inimigo, o General Jedi Obi-Wan Kenobi, cujo 212º Batalhão de Ataque protegeu Utapau mesmo quando a Ordem 66 entrou em vigor, marcando a queda da República e a ascensão do Império Galáctico.

Biografia

Início da vida

"Algumas vezes eu me pergunto o porquê de você ter se submetido as mundanças."
"Melhorias! Eu não me submeto a ninguém! Eu as escolhi!"
―EV-A4-D e Grievous[fonte]

Uma estátua de Grievous em sua forma Kaleesh original, antes de se tornar um ciborgue.

Filho de mãe e pai Kaleesh,[1] Grievous era um temido senhor da guerra[2] e guerreiro do planeta Kalee.[3] Tendo aprendido táticas militares de batalha durante a guerra de Kalee contra os Yam'rii de Huk, Grievous também desenvolveu um ódio pessoal contra a República Galáctica durante a guerra, pois o governo havia apoiado os Yam'rii.[4] Em algum momento de sua vida, Grievous se tornou um ciborgue após um grave acidente que destruiu a maior parte de seu corpo e quase o matou.[5] Ele escolheu receber atualizações cibernéticas extremas[6] para aumentar suas habilidades em combate[3] e se tornar ainda mais ameaçador.[6] Com sua carne viva de Kaleesh trocada por implantes ciborgues, Grievous afirmou que[3] suas mudanças foram melhorias.[7] Segundo uma lenda, a transformação de Grievous ocorreu ao longo do tempo, inicialmente apenas fazendo melhorias simples antes de passar para mudanças mais extremas. Segundo a lenda, Grievous se transformou porque admirava a lógica dos droides e queria espelhar sua infalibilidade, força e poder.[8]

Embora Grievous afirmasse que sua forma antiga não passava de carne fraca,[9] Grievous tinha várias lembranças de sua vida passada. Como um ciborgue, Grievous usava uma capa Kaleesh, que era um vestígio de sua identidade passada, e o tipo de máscara assustadora que costumava ser usada pelos guerreiros Kaleesh.[6] Quando ele possuía sua fortaleza em Vassek 3,[7] Grievous tinha várias estátuas que mostravam uma progressão de sua vida orgânica para a de um ciborgue.[10] Após a reconstrução de Grievous, tudo o que restava de seu corpo original eram seu cérebro, olhos, vários órgãos vitais,[6] medula espinhal, e uma pequena quantidade de carne Kaleesh que ainda podia ser vista ao redor dos olhos. A armadura de Grievous[6] e o saco de pele sintética dele protegiam seus órgãos vitais restantes,[3] mas seus pulmões orgânicos estavam irritados com seus implantes. Isso deu a Grievous uma tosse persistente[6] pelo resto da vida.[11]

PersonajeP.gif
Este artigo é, por ora, apenas um esboço de um artigo de prioridade da saga. Por favor complete-o pois ele está incompleto. Você pode ajudar a Star Wars Wiki expandindo-o.


Aparições

Fontes

Notas e referências

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.