Star Wars Wiki em Português
Advertisement
Star Wars Wiki em Português

Este artigo detalha um assunto considerado cânon.

Clique aqui para ir ao artigo da Star Wars Wiki sobre a versão Legends desta página.

Grievous foi um Kaleesh que se tornou General da Confederação de Sistemas Independentes, transformando-se no Comandante Supremo do Exército Droide Separatista durante as Guerras Clônicas contra a República Galáctica e deliberadamente recebendo aprimoramentos cibernéticos para liderar a Confederação em combate. Ele comandou incontáveis campanhas Separatistas ao decorrer da guerra, tendo sido algumas delas a Batalha de Kamino, a Primeira Batalha de Dathomir, a Terceira Batalha de Mygeeto, a Batalha de Haruun Kal, a Batalha de Utapau, a Segunda Batalha de Christophsis e a Batalha de Zanbar. Tornou-se notável caçador de Jedi durante a guerra, tendo engajado em diversos duelos contra Cavaleiros Jedi, muitas vezes saindo vitorioso de tais confrontos e coletando os sabres de luz de suas vítimas, como no caso de Cavaleiro Jedi Nahdar Vebb, Mestre Jedi Neebo, Mestre Jedi Roron Corobb etc. Sua coleção de sabres estava localizada em seu covil secreto durante a guerra, situado em Vassek 3. Como vital membro militar da Confederação, Grievous também realizava escoltas para Chefe de Estado Conde Dookan em eventos públicos importantes que requeriam a presença do líder Separatista, como o recebimento do Prêmio Humanitário Raxiano, ocorrido em 19 ABY, no mundo capital Confederado de Raxus, mais especificamente na importante cidade de Raxulon. Grievous tornou-se o Chefe de Estado da Confederação após a Batalha de Coruscant, com a morte de Dookan.

Além de suas habilidades de combate, Grievous era um brilhante estrategista militar que supervisionou várias campanhas ao longo das Guerras Clônicas—desde a Batalha de Kamino, onde ele falhou em interromper a linha de produção de tropas de clones; a Batalha de Dathomir, onde seus droides de batalha massacraram as Irmãs da Noite lideradas pela bruxa Mãe Talzin. Em 19 ABY, Grievous lançou um ataque ousado a Coruscant, a capital da República, resultando no sequestro do Supremo Chanceler Sheev Palpatine. No entanto, os Jedi conseguiram resgatar o Chanceler enquanto expulsavam os invasores separatistas. Após a perda de Dookan, Grievous e seu exército se esconderam nos Territórios da Orla Exterior. Sem o conhecimento de Grievous, seu mestre, o Lorde Sith Darth Sidious, vazou a localização do general para a Ordem Jedi, permitindo que eles invadissem o planeta Utapau em um esforço para trazer uma conclusão rápida e decisiva para a guerra. Como resultado, Grievous acabou sendo morto por seu inimigo, o General Jedi Obi-Wan Kenobi, cujo 212º Batalhão de Ataque protegeu Utapau mesmo quando a Ordem 66 entrou em vigor, marcando a queda da República e a ascensão do Império Galáctico.

Biografia

Início da vida

"Algumas vezes eu me pergunto o porquê de você ter se submetido as mundanças."
"Melhorias! Eu não me submeto a ninguém! Eu as escolhi!"
―EV-A4-D e Grievous[fonte]

Uma estátua de Grievous em sua forma Kaleesh original, antes de se tornar um ciborgue.

Filho de mãe e pai Kaleesh,[4] Grievous era um temido senhor da guerra[5] e guerreiro do planeta Kalee.[6] Tendo aprendido táticas militares de batalha durante a guerra de Kalee contra os Yam'rii de Huk, Grievous também desenvolveu um ódio pessoal contra a República Galáctica durante a guerra, pois o governo havia apoiado os Yam'rii.[7] Em algum momento de sua vida, Grievous se tornou um ciborgue após um grave acidente que destruiu a maior parte de seu corpo e quase o matou.[8] Ele escolheu receber atualizações cibernéticas extremas[9] para aumentar suas habilidades em combate[6] e se tornar ainda mais ameaçador.[9] Com sua carne viva de Kaleesh trocada por implantes ciborgues, Grievous afirmou que[6] suas mudanças foram melhorias.[10] Segundo uma lenda, a transformação de Grievous ocorreu ao longo do tempo, inicialmente apenas fazendo melhorias simples antes de passar para mudanças mais extremas. Segundo a lenda, Grievous se transformou porque admirava a lógica dos droides e queria espelhar sua infalibilidade, força e poder.[11]

Embora Grievous afirmasse que sua forma antiga não passava de carne fraca,[12] Grievous tinha várias lembranças de sua vida passada. Como um ciborgue, Grievous usava uma capa Kaleesh, que era um vestígio de sua identidade passada, e o tipo de máscara assustadora que costumava ser usada pelos guerreiros Kaleesh.[9] Quando ele possuía sua fortaleza em Vassek 3,[10] Grievous tinha várias estátuas que mostravam uma progressão de sua vida orgânica para a de um ciborgue.[13] Após a reconstrução de Grievous, tudo o que restava de seu corpo original eram seu cérebro, olhos, vários órgãos vitais,[9] medula espinhal, e uma pequena quantidade de carne Kaleesh que ainda podia ser vista ao redor dos olhos. A armadura de Grievous[9] e o saco de pele sintética dele protegiam seus órgãos vitais restantes,[6] mas seus pulmões orgânicos estavam irritados com seus implantes. Isso deu a Grievous uma tosse persistente[9] pelo resto da vida.[2]

Destreza e habilidades

"Seu tolo! Eu fui treinado em suas artes Jedi pelo Conde Dookan!"
―Grievous, para ObiWan Kenobi[fonte]

Grievous era muito habilidoso com sabres de luz, o que permitia ele derrotar e matar grandes Jedi.

Apesar de sua falta de sensibilidade à Força, Grievous era altamente habilidoso em combate com sabre de luz, no qual foi treinado pelo Conde Dookan. Com seus aprimoramentos cibernéticos, Grievous confiava na força e agilidade quando em combate com um Jedi. Ele era mestre em muitas das formas clássicas das artes Jedi, e foi capaz de se adaptar rapidamente ao estilo de luta do oponente. Grievous escolheu um estilo pouco ortodoxo enquanto lutava com os Jedi, usando seus quatro braços a seu favor. Às vezes, ele surpreendia seu oponente tirando um de seus braços extras para subjugá-lo. O general fez isso quando bloqueou o sabre de luz de Nahdar Vebb com o seu, enquanto ele desconectou seu próprio braço e agarrou um blaster, permitindo-lhe atirar em Vebb várias vezes no torso.

Equipado com uma forte armadura, Grievous pode resistir a explosões e outro ataques.

Grievous era muito resistente devido à sua cibernética, e podia até resistir a explosões de barris de combustível. Além de ser muito rápido, pois conseguia usar sua cibernética para rastejar no chão e escapar rapidamente. Ele não era apenas rápido, mas também tinha força aprimorada, pois era capaz de esmagar, levantar, lançar, esmagar e sufocar seus oponentes. Seus pés eram magnetizados e tão afiadas que eram efetivamente garras.

Grievous também foi um estrategista competente, pois colocou seu exército em bom uso, subjugando seus oponentes.[14] Ele foi capaz de antecipar corretamente os movimentos da República durante a Batalha de Saleucami.[15] Ele também foi capaz de enganar as forças da República durante a Batalha de Kamino com suas naves causando pesadas baixas, mas a única pessoa que conseguiu descobrir seu plano foi seu rival, Obi-Wan Kenobi.[16] Ele também foi capaz de reconhecer que Maul ainda não havia implantado naves de guerra durante a Batalha de Ord Mantell. Tey-Zuka calculou que as naves inimigas haviam sido destruídos, mas então, seu couraçado foi atingido e Grievous reconheceu que eles haviam sido atraídos para uma armadilha.[17]

Equipamento

Grievous não só era habilidoso com o sabre de luz, mas também tinha uma pistola blaster "Aniquilador" DT-57[2]. O General também era um piloto talentoso e pilotava um caça estelar Belbullab-22 conhecido como Soulless One. Ele era habilidoso o suficiente para evitar e escapar do caça estelar do Anakin Skywalker.[18]

Nos bastidores

"Com o General Grievous, eu queria alguém que fosse uma reminiscência do que Anakin vai se tornar, que é meio homem, meio robô. Nesse caso, Grievous é uma espécie de 20% alienígena e 80% robô."
George Lucas na criação do Grievous[fonte]

Arte conceitual do Grievous.

Grievous foi desenvolvido para o filme de 2005, Star Wars Episódio III: A Vingança dos Sith como um novo vilão do lado da confederação. Ele foi introduzido no "Capítulo 20" da serie animada Star Wars: Guerras Clônicas, que foi ao ar um ano antes do lançamento do filme, mas sua aparência nessa série foi relegada à continuidade do Legends. Na Vingança dos Sith[2] e a segunda série animada The Clone Wars, ele foi dublado por Matthew Wood. [19]

Durante o desenvolvimento de A Vingança dos Sith, o diretor George Lucas notou à equipe que Grievous precisava ser clara e visualmente um ciborgue, negando os primeiros designs que representavam sua máscara com fotorreceptores robóticos. O design de Grievous foi finalizado no final de 2002, apenas seis meses antes do início das filmagens.

Antes de Matthew Wood ser escalado para o papel de Grievous, o produtor Rick McCallum sugeriu o ator britânico Gary Oldman para o papel de Grievous. No entanto, no final, Oldman não aceitou o papel e Wood foi escalado em seu lugar.

Aparições

Fontes

Notas e referências

  1. Star Wars: Atlas Galáctico
  2. 2,0 2,1 2,2 2,3 2,4 2,5 2,6 2,7 2,8 2,9 Star Wars Episódio III: A Vingança dos Sith
  3. 3,0 3,1 Star Wars Journeys: Beginnings
  4. Star Wars Made Easy: A Beginner's Guide to a Galaxy Far, Far Away
  5. Star Wars Character Encyclopedia: Updated and Expanded
  6. 6,0 6,1 6,2 6,3 Ultimate Star Wars
  7. Rise of the Separatists
  8. Star Wars: Alien Archive
  9. 9,0 9,1 9,2 9,3 9,4 9,5 Star Wars: The Complete Visual Dictionary, New Edition
  10. 10,0 10,1 TCW mini logo.jpg Star Wars: The Clone Wars – "Lair of Grievous"
  11. "The Droid with a Heart"—Myths & Fables
  12. Age of Republic - General Grievous 1
  13. StarWars.com Behind the scenes: Lair of Grievous em StarWars.com (link de backup)
  14. TCW mini logo.jpg Star Wars: The Clone Wars – "Massacre"
  15. TCW mini logo.jpg Star Wars: The Clone Wars – "Grievous Intrigue"
  16. TCW mini logo.jpg Star Wars: The Clone Wars – "ARC Troopers"
  17. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome Son of Dathomir 3
  18. TCW mini logo.jpg Star Wars: The Clone Wars – "Downfall of a Droid"
  19. TCW mini logo.jpg Star Wars: The Clone Wars – "Shadow of Malevolence"
Advertisement