FANDOM


Eras-canon2-transp

Eras-legends

30px-Era-imp30px-Era-reb30px-Era-leg

"Não há ninguém como eu na galáxia! Eu sou a justiça! Eu sou o flagelo dos Jedi! Eu assombro os sonhos de seus Padawans! Eu irei beber seu medo e derramar seu sangue e meu ódio deixará uma cicatriz na galáxia! Eu sou Aurra Sing!"
―Aurra Sing[fonte]

Aurra Sing era uma sensitiva à Força, sempre encoberto em mistério. Ela foi recrutrada e treinada por uma mulher conhecida apenas como "Dark Woman"[fonte?], que também descobriu e treinou Ki-Adi-Mundi. Aos nove anos de idade foi raptada por piratas e educada como um deles, passando então a despresar os Jedi. Mais tarde foi capturada por um grupo de assassinos Anzati, e mostrou-se uma guerreira mortal. Os Anzati implantaram cirurgicamente, no topo de sua cabeça, um sensor que ajuda a captar os movimentos de suas "presas". Ela se tornou Caçadora de Recompensas cuja especialidade é perseguir, matar os Jedi e tomar seus Sabres de Luz como prêmio. Embora seja treinada nas artes Jedi, Aurra só utiliza seu Sabre como último recurso, preferindo as suas pistolas.

Wiki Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Star Wars Wiki expandindo-o.
Considere marcar um esboço mais específico.

Nos bastidoresEditar

  • O nome "Aurra Sing" pode ter origem francesa arcaica. Significa "aquela que resolveu isolar-se para entoar o seu próprio encantamento; aquela que se auto-direciona; que possui um medidor para calcular a energia de um sistema, quando há matéria e ela tem sinal de degradação".
  • Aurra Sing apareceu rapidamente no Episódio I na corrida de pods em Tatooine, e tornou-se tão popular que logo estrelou suas aventuras nos quadrinhos.
  • Aurra Sing e Zam Wessel são as únicas vilãs femininas a participar dos filmes de Star Wars.

ApariçõesEditar

Aurra-sing

Aurra Sing durante as Guerras Clônicas.

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.