FANDOM


Eras-canon2-transp

Eras-legends

30px-Era-reb30px-Era-new30px-Era-njo30px-GoodIcon

"Para todo stormtrooper que você matar aqui hoje, uma vida Rebelde está salva amanhã."
General Carlist Rieekan[fonte]

O DF.9 era uma bateria anti-infantaria produzida pela Braços Golan.

DescriçãoEditar

Fabricada pela Braços Golan, a DF.9 foi uma arma anti-infantaria fixa. Incorporava um único canhão laser montado no topo de quatro metros de estrutura cilíndrica. A torre era composta de duraço fortemente blindado com escudagem de próton resistente aos tiros de blasters mas inútil contra o poder de fogo dos Transportes Blindados para Todo Terreno. A torre contava com uma painel de acesso frontal e uma escotilha de observação na parte superior.

O canhão laser empregava precisão com os computadores de mira, e tinha uma rotação de até 180 graus. A distância ideal para o DF.9 era de 3 quilômetros, embora o canhão laser fosse capaz de atingir alvos a distâncias de 16 quilômetros ao custo de menor precisão. A torre era capaz de disparar um tiro a cada 3 segundos, embora o feixe fosse divergindo e degradando ao longo de sua distância máxima. O impacto do feixe de energia dispersava energia explosiva e uma explosão secundaria de radiação. O efeito colateral produzia um raio de explosão de 8 metros a partir do ponto de impacto, o que podia destruir esquadrões inteiros de soldados. A arma produzia um poder de fogo mais destrutivo do que blasters pesados de repetição, tais como blaster pesado de Repetição E-WEB.

EchoBaseDefenses1

Varias DF.9 em Hoth.

A DF.9 precisa de 3 pessoas para operar; um atirador que ficava sentado na parte superior da torre, um técnico que operava o computador de mira e um técnico monitorando o fluxo de energia do gerador, ambos alojados dentro da torre blindada. A arma poderia ser operada por um único atirador mais a eficiência seria diminuída.

O DF.9 era melhor usado em conjunto com outras unidades semelhantes e lasers anti-veículo para defender bases militares, espaçoportos e outras instalações estratégicas, já que podia ser instalada em vários tipos de terreno. A sua natureza de colocação fixa, significava que a unidade não era capaz de ser movida facilmente.

Esta arma gerou diversas variantes, incluindo a Veículo de artilharia anti-infantaria BP-9, o DF.9 Gêmeos, o BP-9 Gêmeos e o DF.9/B.

HistóriaEditar

Foi uma unidade em serviço popular durante a Guerra Civil Galáctica, e foi encontrada nas forças armadas de ambos os lados, tanto Império Galáctico, quanto Aliança para Restauração da República, onde estava a bateria anti-infantaria padrão desta última. O uso do DF.9 pelo Império elevou a estatura da Braços Golan mais do que qualquer folheto de vendas. No entanto, os contratos de fornecimento foram lentamente tomados e dados a empresas dirigidas por amigos ou parentes daqueles Oficiais Imperiais responsáveis. Posteriormente, Braços Golan aproximou-se da Aliança fornecendo-lhes o DF.9. Inicialmente feliz com o negócio, a Aliança ficou menos entusiasmada quando perceberam que o arco de fogo limitado da arma fez com que vários tivessem que ser comprados e implementados para defender uma instalação, o que foi um problema para o dinheiro curto da Rebelião.

As unidades foram usadas em várias bases importantes da Aliança, incluindo Base Echo em Hoth, Posto avançado rebelde Tierfon, Base Arbra e Base do Oráculo em Tell III. Eles foram modificados pela Aliança para serem mais eficazes e eficientes contra veículos de combate inimigos, através da modernização do Atuador de Laser e tambor de primeira fase para canalizar mais energia através da arma, entregando assim um feixe de laser mais potente, que foi eficaz contra AT-ST e Veículo de assalto compacto/Wheeled PX-10.

Até o momento da Nova República, DF.9 tinha vinte anos, e ainda estava em uso pela Nova República, facções imperiais, e entidades independentes como forças de defesa planetárias, milicias e Mercenários. As unidades eram facilmente adquiridas no mercado negro. Durante a Guerra Yuuzhan Vong, o DF.9 tinha quarenta anos, e geralmente só era usada por piratas e bandidos.

Nos bastidoresEditar

Hoth-anti-infantry-mcquarrie

Arte conceitual da DF.9 de Ralph McQuarrie

Em novembro de 2003 o conjunto de expansão O Império Contra-Ataca do Star Wars Trading Card Game apresenta uma imagem do Atgar 1.4 FD P-Tower no cartão do conjunto "Bateria laser anti-infantaria", o que na verdade descreve o DF.9. E uma imagem do DF.9 aparece como "Canhão laser anti-veículo", que descreve o 1.4 FD P-Tower.

ApariçõesEditar

Aparições não-canônicasEditar

FontesEditar

Notas e ReferênciasEditar

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.