Este artigo detalha um assunto sob a marca Legends.

O assunto deste artigo aparece na era da Ascensão do Império.O assunto deste artigo aparece na era da Rebelião.O assunto deste artigo aparece na era da Nova República.

Help.jpg Por aqui! Socorro! Por favor, socorro!

Esse artigo ou seção precisa ser reformado para atingir um patamar maior de qualidade.
Por favor, siga as instruções no Guia de Leiaute e no Manual de Estilo e complete este artigo visando maior qualidade visual e escrita. Remova esta mensagem quando terminar.

Wikificar.png
Este artigo precisa ser wikificado.
Por favor, formate este artigo de acordo com as diretrizes estabelecidas no Manual de Estilo. Remova este aviso somente depois de todo o texto estar wikificado.

"Talvez consigamos alcançar sua esposa e sua filha e ainda assim salvar algo desta derrota."
―Dass Jennir[fonte]

Biografia

Dass Jennir foi respectivamente um Jedi e um General, agindo contra os separatistas nosaurianos de início. A partir da execução da Ordem 66 executada pelo Imperador Palpatine, o general se uniu aos nosaurianos que o aceitaram sem esforços, lutando a partir desses momentos contra o Império.

General Dass Jennir

Após a derrota inevitável, Jennir uniu-se a Bomo, um companheiro nosauriano na qual havia perdido sua filha e esposa (Resa e Mesa, respectivamente.) com o propósito de encontrá-las novamente.

Guerras Clônicas

Logo após a Ordem 66, Jennir fora forçado a se unir aos nosaurianos, comandando-os separatistas nosaurianos, em New Plympto, a última morada dos nosaurianos. Quando tiveram a notícia segundo espiões de que reforços imperiais chegariam, unido à poderosa armada imperial, ficou claro a derrota dos nosaurianos, mesmo com Jennir agindo como um tático brilhante e se mostrando um voraz combatente.


Enquanto Jennir e os nosaurianos resistiam a um assalto do Império em Half-Axe Pass,, os civis, inclusive Mesa e Resa (filha e esposa de Bomo)eram transportados para o espaço porto em Cadgel Meadows, com o destino de Sullust. Porém o império interceptou os mesmos, vendendo todos como escravos. Durante isto, a dupla de combatentes fora atingido junto à Bomo por um tiro de canhão, caindo em um grande abismo. De certa forma, essa explosão salvou a vida de ambos: escapando ambos com vida do massacre ocorrido após a rendição dos separatistas. Descobrindo-se vivos, Bomo e Gennir decidem partir para Cadgel Meadows, no objetivo de encontrar os civis de New Plympto.

Já no espaço porto, tentou de uma maneira desajeitada convencer a piloto Crys Taanzer de que era um aliado separatista. A partir deste fato, conheceu Lynalisar K'ra Snyfulnimatta (ou simplesmente Sniffles), Mezgraf, Ko Vakier, Meekedrin-Maa e Jank, junto com o capitão da nave conhecida como Uhumele, Schurk-Heren. Ratty, o engenheiro contou à Bomo o que ocorrera com os civis.


Ajudando a tripulação de Uhumele a escapar de New Plympto, graças a um combate contra naves ainda em solo, Jennir e Bomo estavam próximos de Orvax IV, aonde possivelmente encontrariam Resa e Mesa, com o auxílio de Schurk-Heren e sua tripulação.

Orvax IV

A Tripulação da Uhumele concordou em ajudar Bomo e Jennir no resgate e eles partiram para Orvax.

Ao pousar em Orvax, o auxílio de Ratty fora confirmado pois segundo ele "sabia bem o que era perda", junto também de Mezgraf, que já havia passado também pela escavridão. Em Orvax IV, Jennir prepara um plano falho, segundo Bomo. Apesar de tudo, sem outra tática a ser utilizada, todos seguem com o plano. Após um imprevisto, Mezgraf mostra-se portador de uma ótima montaria ao acalmar e domar respectivamente uma fera. Por um desatento, tira o casaco, mostrando sua tatuagem de escravo, sendo considerado então um fugitivo. Graças a Jennir, que ilude os guardas com um Truque Mental, estes não foram abatidos pelas tropas dentro daquele centro comercial.

Bomo junto a Ratty, descem para os níveis mais baixos da cidade, tentando encontrar os civis nosaurianos antes que estes fossem vendidos. Achando-os, são encontrados pelos guardas locais, na qual desencadeia uma batalha para Jennir, Mezgraf e Ko Vakier. Após a batalha, outro combatente nosauriano que seria em breve vendido como escravo, contou a Bomo que Mesa fora morta enquanto tentava impedir que Resa, sua filha, fosse levada por escravizadores, sendo Resa levada na manhã seguinte para a venda particular. Jennir pede para Mezgraf levar Bomo para nave e tomar conta dele, desfazendo assim o grupo, pois tentaria encontrar a filha de Bomo sozinho. Abandonando todos os nosaurianos presos, teve uma surpresa ao descobrir que Jank sabia de seu envolvimento com a Força.

Depois de uma tarde de investigação, Jennir descobriu o nome do traficante que havia vendido a filha de Bomo - Orsa Meeto, um chagriano. Após mais uma hora, descobriu o local da residência do traficante. Após uma intimidação bem sucedida, Jennir descobriu que Resa fora vendida para Dezono Qua, um cliente humano regular de Esseles. Matando Meeto após descobrir o cliente, Jennir sentia-se desviando os métodos jedi. Apesar de tudo, Jennir sente sua conexão com a força mais fácil do que nunca, pondo um tanto de confiança em seu novo caminho. De volta a Uhumele, entrega as coordenadas à piloto, contando tudo a todos.

Calamar, Esseles

Junto com toda a tripulação, comanda novamente uma estratégia agressiva para invadir a casa de Desono Qua, sitiada em uma belíssima paisagem. Com a tripulação vendendo facilmente os droides, com o apoio também do ex-general, acabam com o sistema de controle dos droides, com Ratty e Bomo na invasão. Interceptando o cliente de Meeto, pergunta aonde estava Resa. Negando um claro suborno, descobriu que o nobre havia se alimentado da mesma naquele jantar. Negando mais uma vez seu código jedi, este mata o humano, perdendo apartir dai a confiança de Bomo, pois segundo ele a "vingança era um direito dele".

Após isto, Schurk-Heren, capitão da nave decide abandonar o jedi em Calamar, mesmo após os pedidos de Mezgraf. Sozinho, Jennir decide simplesmente seguir seu futuro, procurando a redenção dos seus atos duvidosos perante a Força. Assim, segue o caminho, um passo de cada vez, sem destino algum.

Desonrando o Código Jedi

Jennir mostrou diversos atos duvidosos durante sua jornada a procura de Resa, sendo os mais notáveis a morte do traficante, pois segundo ele "a vida de Resa valia mais que a dele", e a do cliente, de uma maneira um tanto egoísta, mas que segundo ele era para proteger Bomo de si mesmo. Durante este tempo fica claro que Dass sente uma conexão muito mais fácil com a Força. Após isto, o Jedi sente que falhou com o próprio caminho: que havia cedido ao Lado Sombrio. Desnorteado e tendo noção do erro que cometeu, decidiu abandonar a tripulação de Uhumele, utilizando a nave de Dezono para fugir, enquanto Bomo seguia ainda com a tripulação que o ajudara.

Wiki.png Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Star Wars Wiki expandindo-o.
Considere marcar um esboço mais específico.


O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.