FANDOM


Eras-canon2-transp

Eras-legends

30px-Era-imp

"A guerra transforma promessas em esperanças"
―Ima-Gun Di, falando sobre o atraso da entrega de suprimentos ao planeta Ryloth[fonte]

Ima-Gun Di foi um Mestre Jedi da espécie Kajain'sa'Nikto, que serviu à Ordem Jedi e à República Galáctica como um General Jedi do Grande Exército da República durante as Guerras Clônicas.

BiografiaEditar

"Vamos ter um fim memorável!"
―Mestre Di para o Capitão Keeli.[fonte]

Um Kajain'sa'Nikto sensível à Força, Ima-Gun Di foi um Mestre Jedi na Ordem Jedi. Em 21 ABY, durante as Guerras Clônicas, Mestre Di foi atribuído à uma luta debaixo do comando do Mestre Jedi Mace Windu no planeta Ryloth. Juntamente com um líder da milícia local Cham Syndulla, Di lutou em terreno firme contra o Exército Droide Separatista, tendo Wat Tambor como o líder da invasão ao planeta dos Twi'lek. Comandando os Soldados Clone da Frota da República, Di e o Almirante Dao perdiam suprimentos com a continuidade da luta. Contactando Coruscant, o Jedi pedia por suprimentos, procurando o Senador Bail Organa e suas relações diplomáticas para abrir as linhas de abastecimento para a chegada dos suprimentos. Bail Organa suplicou ao rei de Toydaria que lhe enviasse ajuda, e enquanto ele foi bem sucedido, a ajuda viria tarde demais para o Mestre Di.

Mestre Di lidera as forças da República

Ima-Gun Di soa a última tentativa de luta contra as Forças Separatistas em Ryloth.

Implantando explosivos num desfiladeiro para vedar os pontos acesso que exército droide puderia explorar, Mestre Di e seus homens se preparavam para sua última tentativa de permanecer na luta. Como os droides cursaram seu caminho para em volta do desfiladeiro, com essa novas rota, os Twi'leks puderam escapar sem intervenção. Protegendo o seu flanco, Mestre Di ficou lado-ao-lado com o Capitão Keeli e com os outros clones sobreviventes, já que os droides marchavam através do desfiladeiro. Como os clones foram derrotados droides, Di e Keeli foram os últimos homens em pé, num mar de droides. Keeli também tinha sido derrotado pelos droides, enquando Di continuou à lutar valentemente, mas foi violentamente assassinado, já que os droides fechavam todas as suas rotas de fuga, aguentando cinco tiros dos blasters dos droides em seu peito, antes de sucumbir. Contudo, seu sacrifício não foi em vão, os Twi'leks conseguiram escapar dos droides graças à distração feita por Di e os clones, e, receberam os suprimentos necessário.

Nos bastidoresEditar

No site CartoonNetwork.com, Dave Filoni revelou que o nome de Ima-Gun Di era reflexiva à frase: "I'm Gonna Die"(Vou Morrer, em tradução livre), que refletia o seu destino. Mestre Di teve sua voz fornecida de Robin Atkin Downes, que também forneceu sua voz a Cham Syndulla no mesmo episódio.[4]

ApariçõesEditar

FontesEditar

Notas e referênciasEditar

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.