FANDOM


Eras-legends

30px-Era-new

A Liga Humana era um grupo criado com forte influência do movimento neo-imperial de Corellia que foi ativo durante as décadas que seguiram após a Batalha de Endor. Seus membros eram todos humanos, e principalmente,do setor de Corelliano sendo em sua maioria jovens e do sexo masculino, haviam membros femininos no grupo mas em geral não eram reconhecidas. Todos os participantes foram atraídos atraídos por uma mistura de problemas políticos, sociais, desilusão e a depressão pós-Império que arruinou a economia Corellia.

As ideologias da Liga Humana foram em sua maioria provenientes da Nova Ordem, mas com uma ênfase maior no Humanocentrismo e se permitia nutrir um profundo ódio aos Jedi, a Nova República e aos aliens não-humanos. Para seus membros, Palpatine e seus asseclas eram heróicos visionários . No entanto suas inclinações pró-império tinham um limite, mas a liga se apegava mesmo ao especismo que estava muito próximo da xenofobia doentia e isolacionismo. Para ganhar mais apoio dentre os Corellianos utilizou como recurso a revitalização do estereótipo do "espírito independente dos Corellianos". O resultado foi um crescimento espantosamente rápido, o que apenas foi igualado ao movimento separatista no inicio das Guerras Clônicas.

Uma das paixões do grupo estava em fazer manifestações públicas. Os membros se vestiam com uniformes de cor marrom e preto com braçadeiras que continham o emblema do grupo (um crânio estilizado com uma adaga em seus dentes ), enquanto entoavam canções pró-independência e gritavam obscenidades para os alienígenas não-humanos durante as marchas, Muitas vezes as marcha terminavam em distúrbios,e fez com que os moradores das cidades como Coronet aprendessem a procurar esconderijos quando a Liga se aproximava. A embriaguez dos manifestantes também não gerava nenhuma simpatia dentre as populações locais.

Para a Liga Humana o terrorismo não estava fora do que eles entendiam como ética, e ameaças foram feitas contra Nova República e os Jedi. Mas eles alcançaram notoriedade pública quando cinco de seus integrantes surraram dois Ithorianos até a morte; e também quando bombardeou um prédio do governo da República, em uma tentativa de golpe.

Em 18 DBY, a Liga Humana foi liderada pelo candidato a Diktat Thrackan Sal-Solo, que usou a organização em sua tentativa de se tornar governante do setor de Corelliano. No entanto, Sob sua liderança, a Liga tinha sido completamente subjugada a uma conspiração da elusiva Tríade Sacorriana, tornando-se pouco mais do que um fantoche deste poderoso grupo multi-espécies. Por tanto, era correto afirmar especismo pregado pela Liga tanto era um argumento ideológico falho quanto cínico.

Foi presumido de que quando a Guerra Civil Galáctica terminou um ano depois, a Liga Humana havia sido inteiramente dissolvida pela Nova República.

ApariçõesEditar

FontesEditar

Em outras línguas
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.