FANDOM


Eras-legends

30px-Era-old

"Eu mato. Então, eu corro, em busca da verdade."
―Rohlan Dyre[fonte]

Rohlan Dyre foi um Cruzado Mandaloriano Humano que lutou nas primeiras batalhas das Guerras Mandalorianas. Ele desertou inúmeras vezes do exército, tentando responder perguntas sobre si próprio. Após a Batalha de Vanquo em 3,964 BBY, ele desertou mais uma vez e juntou-se ao Jedi Padawan Zayne Carrick, ao Snivviano Marn Hierogrifo e a tripulação da espaçonave O Último Resort para resgatar a Arkaniana Jarael da Estação Flashpoint. Após resgatarem Jarael, Dyre foi abatido incapacitado por Demagol, que assumiu sua identidade entre os membros da tripulação da nave de Carrick. Então, Demagol drogou Rohlan e o vestiu em sua armadura. Vestido na armadura de Demagol, Rohlan foi levado até a capital galáctica Coruscant para ser julgado.

A caminho de Coruscant, ele entrou em estado de coma, induzido por drogas, mas logo retornou a seu estado normal. Durante o julgamento, Alek, agora conhecido como Malak, testemunhou contra o homem que acreditava ser Demagol, no entanto, após uma discussão ter início, Rohlan foi resgatado por Zayne e Gryph, que haviam percebido sobre a farsa de Demagol e notado que ele havia assumido a identidade de Rohlan. Os dois pediram sua ajuda para impedir Demagol, que estava agora acompanhando Jarael desde que ela havia deixado a tripulação de Zayne. Ele aceitou ajuda-los, e foi até Osadia para impedi-lo. Antes de o confronto ter fim, resultando na morte de Demagol, Rohlan ajudou Zayne á encontrar os pais de Jarael.

BiografiaEditar

O QuestionadorEditar

Rohlan fugindo

Rohlan fugindo da linha de frente.

Um Cruzador Mandaloriano de idade, Rohlan passou a questionar as táticas dos Mandalorianos e os motivos por trás das Guerras. Quando ele confrontou seus superiores com suas preocupações, ele foi enviado ás linhas de frente da guerra. Ele continuou á recusar-se á lutar e foi preso e enviado novamente para as linhas de frente cinco vezes. Sua última missão foi como Comandante da Tropa-de-Choque na Batalha de Vanquo, e depois que suas tropas capturaram Jarael, acreditando que ela seria uma Jedi, ele mesmo tentou usar a The Last Resort para escapar da linha de frente. Porém, Camper lhe bateu, fazendo com que ele tonteasse. Então, Zayne o prendeu no espaço para a carga. Quando ele acordou, pôde ouvir a tripulação falando que iriam viajar até espaço Mandaloriano. Ele se ofereceu como guia, e falou sobre a Estação Flashpoint, onde Jarael e outros Jedi, de fato, estavam sendo mantidos sob custódia.

Estação FlashpointEditar

Drugged Rohlan

Rohlan na armadura de Demagol.

Rohlan trouxe Zayne à Estação Flashpoint como um prisioneiro. Quando eles chegaram, Demagol, um cientista louco de Mandalore, estava prestes á fazer um experimento em Jarael, assim como havia feito em outros Jedi, para descobrir o que os permitia á utilizar a Força como arma. Rohlan conseguiu fazer com que Zayne fosse o próximo “experimento”. Demagol foi preso em um closet, e Zayne tomou sua armadura.

Rohlan ordenou aos soldados mandalorianos que reportassem a Mandalore que ele havia morrido em uma tentativa de resgatar Demagol, mas quando foi buscá-lo, ele havia reganhado a consciência e trocou de armaduras com Rohlan. Demagol o drogou, e ele foi pego por Alek e os demais Jedi, agora libertos, e levado para Coruscant, onde seria julgado. Demagol escondeu-se na The Last Resort junto á sua tripulação. Contudo, as drogas de Demagol induziram estado de coma á Rohlan durante a viagem.

Uma Identidade RoubadaEditar

Alek-e-Rohlan

Alek e Rohlan (Na armadura de Demagol).

"Já falei, parem de me chamar disso!"
―Rohlan Dyre, para o Ministério de Defesa e Alek.[fonte]

Quando chegou a Coruscant, Rohlan, que Alek acreditava ser Demagol, recebeu cuidados médicos. Quando acordou, ele começou a resmungar sobre a Estação Flashpoint e os Jedi. Surpresa, a enfermeira chamou os guardas para reportar aquilo ao Ministério de Defesaimediatamente. Alek Squinquargesimus, agora conhecido como Malak, trouxe Rohlan ao Ministério de Defesa para ser julgado. Ele queria que o cientista louco, Demagol, fosse julgado, sob qualquer circunstância. No julgamento, Malak começou a relatar as atrocidades acometidas por Demagol ao Ministério. Rohlan pediu que ele parasse de chamá-lo por aquele nome e que lhe tirassem aquela armadura. Então, Alek usou a força para atrair o corpo de Rohlan até ele e afirmou que os Mandalorianos seriam derrotados. Rohlan perguntou à multidão, “se Malak iria salvar a humanidade dos Mandalorianos, quem iria salvar a Humanidade de Malak?”. Todos se enfureceram e Rohlan foi levado para fora do julgamento por dois guardas. Então, já fora do julgamento, os dois guardas revelaram ser Zayne e Gryph.

Wiki Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Star Wars Wiki expandindo-o.
Considere marcar um esboço mais específico.

Nos bastidoresEditar

De acordo com John Jackson Miller, o nome Rohlan "foi parcialmente inspirado no som da pronúncia de um outro guerreiro, o paladino de Carlos Magno".

ApariçõesEditar

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.