FANDOM


Eras-canon2-transp

Eras-legends

30px-Era-imp

"Nós não devíamos ter feito esse acordo."
―Rune Haako[fonte]

Rune Haako era um Neimodiano e o Oficial da Colonização da Federação de Comércio, e também Tenente do Vice-rei Nute Gunray. Ele substituíu Hath Monchar como o segundo no comando depois de Gunray, e desaprovava a fraternização do seu superior com o Lorde Sith Darth Sidious. Por volta desta altura, Gunray e Haako teriam de lidar com a deserção de Monchar, que se acreditava que iria espalhar os segredos da Federação. Gunray contratou o Caçador de Recompensas Mahwi Lihnn para encontrar e assassinar Monchar, após a recomendação de Haako para o fazer. Eventualmente, tanto Monchar como Lihnn foram mortos por um dos agentes de Sidious, Darth Maul. Em 32 ABY, Haako serviu como conselheiro de Gunray quando o Vicerei impôs o Bloqueio de Naboo - a forma da Federação contra a nova taxa sobre as rotas de comércio feita pelo Senado Galáctico. As tensões aumentaram quando a República Galáctica enviou dois Cavaleiros Jedi para negociar com a Federação, acabando por recair sobre a Invasão de Naboo.

Rune Haako foi morto em Mustafar em 19 ABY, junto com os outros membros do Conselho Separatista, Rune tentou implorar a Vader parar mas sem sucesso, sendo logo depois assassinado por ele com uma punhalada no peito.

Links ExternosEditar

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.