FANDOM


Eras-canon2-transp

Eras-legends

30px-Era-imp

Han1 edited Desculpe a bagunça.

Esse artigo ou seção precisa ser arrumado para atingir um patamar maior de qualidade.
Por favor, siga as instruções no Guia de Leiaute e complete este artigo visando maior qualidade visual. Remova esta mensagem quando terminar.

Wikificar
Este artigo precisa ser wikificado.
Por favor, formate este artigo de acordo com as diretrizes estabelecidas no Manual de Estilo. Remova este aviso somente depois de todo o texto estar wikificado.
"Lembro-me de uma época em que Jedi não eram generais, mas guardiões da paz."
―Satine Kryze[fonte]

Duquesa Satine Kryze era um aristocrata pacifista do planeta Kalevala.
Satine sempre escondeu seu amor pelo Mestre Jedi Obi-Wan Kenobi, que conheceu quando ainda era o Padawan de Qui-Gon Jinn em uma longa missão, porém, no futuro o reencontrou devido a uma suspeita da República que Satine estava envolvida nos atentados provocados por homens com trajes Mandalorianos. Nessa missão, Obi-Wan Kenobi foi enviado para investigar e descobriu que Satine não estava envolvida em nenhum atendado, ela mesma achou um absurdo estarem acusando-a sendo ela líder do Conselho dos Sistemas Neutros. Aconteceu então um atentado contra a vida de Satine feito pela organização criminosa Olho da Morte. Mais tarde Obi-Wan Kenobi e Duquesa Satine foram para a lua do planeta, chamada Concórdia para outra investigação, dessa vez contra o Olho da Morte, descobriram que o governante da lua era um traidor e era membro do grupo, assim tentou assassinar Obi-Wan e Satine, mas ambos conseguiram fugir. Quando voltavam à Coruscant, outro atentado foi feito contra Satine, dessa vez por um Senador traidor, Tal Merrick, que pretendia entregá-la ao Olho da Morte. Merrick usou Satine como refém e ameaçou explodir os geradores da nave onde todos morreriam, ele disse à Satine para se despedir de Obi-Wan naquele momento antes que entrasse na nave de fuga, e ela assim dizia que amava Obi-Wan desde a primeira vez que o viu. Obi-Wan, surpreso com as palavras de Satine, disse que se ela houvesse dito isso antes, teria deixado a Ordem Jedi. Em um deslize de Merrick, a Duquesa muda a situação, pegando a arma de Merrick e apontando para ele, Merrick então diz que se ela atirasse, iria contradizer tudo o que defendia e se Obi-Wan o fizesse, seria o assassino sanguinário. A situação não ajudava ninguém quando de repente Anakin Skywalker perfura o peito de Merrick com o sabre de luz, dando fim ao dilema.

Todos voltam para Coruscant a salvo, Satine Kryze volta à suas obrigações políticas e Obi-Wan Kenobi volta a seu antigo dever como Jedi.

Wiki Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Star Wars Wiki expandindo-o.
Considere marcar um esboço mais específico.


ApariçõesEditar

FontesEditar

Links externosEditar

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.