FANDOM


Eras-canon-transp

Eras-legends2

Pantorano eram Quase-Humanos de pele azul, nativos de Pantora. Eles fizeram parte da República Galáctica nos anos finais de sua existência.

Biologia e aparênciaEditar

Pantoranos eram uma espécie senciente que pareciam bastante com humanos. Eles tinham duas pernas e dois braços que terminavam em uma mão com cinco dedos, um torso e uma cabeça. Possuiam dois sexos, masculino e feminino.[1] Entretanto todos os pantoranos tinham pele azul[3] que iam para o índigo quando corados[6] e olhos amarelos. Pantoranos possuíam cabelos e alguns machos possuiam barba, com cores variando do branco e roxo até azul e preto.[1] Alguns pantoranos usavam tatuagens faciais como símbolo de status baseados em antigos textos de sua cultura.[15] Indivíduos conhecidos variavam entre 1,65 até 1,77 metros de altura.[16] Os Pantoranos tinham uma resistência maior ao frio que humanos.[1] Os Chiss, uma espécie de pele azul mais obscura, foram algumas vezes confundidas com Pantoranos. Entretanto, ao contrário dos olhos dourados dos Pantoranos, os Chiss possuíam olhos vermelhos.[17]

Sociedade e culturaEditar

Muitos Pantoranos adornam seus rostos com marcações amarelas que demonstram sua afiliação familiar. Alguns como Lassa Rhayme, que não tinha lealdade a família nenhuma, não possuía marca alguma.[12] Pantora é uma democracia e o corpo governamental é a Assembléia Pantorana.[1] A arquitetura Pantorana é particularmente vertical: enquanto outras culturas deixaram seus telhados descobertos, os Pantoranos não desperdiçam espaço, construindo mais estruturas em cima de outras e plantando jardins.[18]

HistóriaEditar

Pantoranos são originais de Pantora, [1]uma lua acima do planeta de gelo Orto Plutonia.[19] Nas décadas anteriores a ascenção do Primeiro Império Galáctico, os Pantoranos eram membros da República Galáctica,[19] tendo representação plena no Senado da República em Coruscant. Durante esse tempo, eles exploravam Orto Plutonia e acreditavam que ninguém vivia ali.[1] Durante as guerras clônicas, uma força de segurança republicana foi estabelecida em Orto Plutonia até perderem total contato com a República. Por isso, dignatários Pantoranos acompanharam os Jedi Obi-Wan Kenobi e Anakin Skywalker para investigarem o desaparecimento das tropas da República.[1] Em algum momento, a Federação do Comércio impôs um bloqueio em Pantora com a intenção de forçar os habitantes da lua a se juntarem a Confederação. Embora muitos pantoranos exigissem que seu novo presidente, o Papanoida, cedesse à Federação do Comércio, ele preferiu confiar na senadora Riyo Chuchi. Eventualmente, Chuchi foi capaz de forçar a Federação do Comércio a abandonar o bloqueio, ameaçando revelar que a Federação havia raptado as filhas do conselheiro.[20]

Aparições Editar

Fontes Editar

Notas e referências

As seções "Aparições" e "Fontes" foram importadas e traduzidas automaticamente do artigo em inglês pela Interface de Criação de Páginas. Consulte o histórico do artigo original para identificar os autores.
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.