FANDOM


Eras-canon-transp

Eras-legends2

"Em seu estômago vocês encontrarão uma nova definição de dor e sofrimento enquanto são lentamente digeridos… por mil anos."
C-3PO traduzindo para Jabba o Hutt[fonte]

O sarlacc era uma perigosa criatura carnívora, como também um dos mascotes favoritos de Jabba o Hutt,[1] que habitava o Grande Poço de Carkoon no Mar das Dunas de Tatooine. Ele tinha ancestralidade comum com outras espécies, incluindo o rathtar, blixus e vixus.[5]

Biologia e aparênciaEditar

Sarlacc-JtR

Lorica Demaris cai em sarlacc em Vodran.

Sarlaccs começavam suas vidas como esporos e eram capazes de viajar grandes distâncias. Quando um macho e uma fêmea se encontravam, o macho menor iria parasitariamente se alimentar da fêmea, diminuindo o tamanho dela enquanto aumenta o seu próprio. Quando o macho alcançasse o tamanho original da fêmea, ele estouraria, liberando milhões de espora no ar e atmosfera.[6]

Quando sarlaccs atingem sua maturidade após 30.000 anos, eles se enterrariam a cerca de 100 metros abaixo da superfície, se alimentando de criaturas infelizes o suficiente para caírem em suas bocas. Vítimas do sarlacc eram injetadas com neurotoxinas imobilizantes que causavam dor constante, e, enquanto conscientes, eram digeridas por milênios.[6]

Com cem metros de altura, o corpo inteiro era enterrado na areia, exceto sua enorme boca e língua de bico.[2] O sarlacc tinha vários apêndices que se ramificavam do seu corpo enterrado, e muitos estômagos.[7] A criatura engolia sua presa inteira, e sua boca continha fileiras com centenas de dentes afiados, que impediam a vítima de escalar para fora.[1]

HistóriaEditar

Um sarlacc era mencionado num cartaz visto na lanchonete Power Sliders durante as Guerras Clônicas.[8]

SarlaccBeak-ROTJ

A língua do Sarlacc.

Após Luke Skywalker matar o rancor de Jabba como parte do resgate de Leia Organa, Han Solo e Chewbacca, Jabba ficou indignado e ordenou que todos eles fossem alimentados ao sarlacc. Luke descreveu isso como o último engano que ele cometeria, mas Jabba não se impressionou e fez com que o grupo fosse levado. Após chegarem ao Grande Poço de Carkoon, Skywalker, usando suas recém-adquiridas habilidades de Cavaleiro Jedi, resgatou o grupo, e fez com que os guardas de Jabba se tornasse as vítimas do sarlacc no lugar. O caçador de recompensas Boba Fett também foi lançado na boca do sarlacc por Han Solo.[9]

Durante a guerra fria, um esquadrão de membros da Resistência conhecidos como Esquadrão J pousaram no planeta Vodran, e encontraram um Sarlacc que tentou ingeri-los.[4]

Nos bastidoresEditar

O som do sarlacc em O Retorno de Jedi foi criado com os sons de chiados de crocodilos, como também os sons do estômago da equipe do filme após comer pizza.[10]

Na Edição Especial de O Retorno de Jedi, o sarlacc no Grande Poço de Carkoon foi revisado para incluir uma língua de bico e tentáculos extra. George Lucas diz ter feito isso porque nunca sentiu que a criatura parecesse viva no filme original.[fonte?]

De acordo com a história, nenhuma criatura já escapou do sarlacc. O caçador de recompensas Boba Fett conseguiu escapar na continuidade Star Wars Legends, mas esta continuidade foi declarada não-canônica em Abril de 2014. No entanto, em 16 de Julho do mesmo ano, Jonathan W. Rinzler confirmou no Reddit que no novo cânon, Boba Fett escapou do sarlacc,[11] mas isso ainda precisa aparecer na mídia oficial.

Aparições Editar

Fontes Editar

Notas e referências Editar

Em outras línguas
As seções "Aparições" e "Fontes" foram importadas e traduzidas automaticamente do artigo em inglês pela Interface de Criação de Páginas. Consulte o histórico do artigo original para identificar os autores.
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.