FANDOM


Eras-canon-transp

30px-Era-real

"O que é perdido é muitas vezes encontrado."
―Moral[fonte]

The Lost One é o décimo episódio da sexta temporada da série de televisão Star Wars: The Clone Wars. Ele estreou na rede de TV alemã Super RTL em 1 de Março de 2014 e foi lançado no Brasil pela Netflix em 2 de Outubro de 2016.

Descrição oficialEditar

"Uma missão Jedi encontra um sabre de luz pertencente ao há muito tempo morto Mestre Zaifo-Vias, instigando Yoda, Obi-Wan Kenobi e Anakin Skywalker a começarem uma investigação sobre seu desaparecimento uma década atrás. Isto leva Darth Sidious a ordenar Darth Tyranus a limpar qualquer ponta solta que possa levar os Jedi a descobrir a verdade sobre a conspiração Sith."[3]

Resumo da tramaEditar

Episódio 10
The Lost One
Uma verdade muito esperada! Um sinal de
socorro foi recebido no Templo Jedi, e o
Mestre Plo Koon foi enviado para investigar
sua origem. O sinal é de uma nave que se
acreditava estar perdida e na posse de um
Mestre Jedi morto há muito tempo....
Plo Koon Lost One

Plo Koon encontra a nave perdida.

Na lua de Oba Diah, Plo Koon examina o sinal de uma nave de um Jedi que há muito tempo era considerado perdido. Através de uma feroz tempestade de areia, Plo encontra a espaçonave e descobre o sabre de luz de Zaifo-Vias. Plo comunica seu achado ao Alto Conselho Jedi onde Yoda confirma que o sabre de luz é o de Zaifo-Vias. Mace Windu lembra que Zaifo-Vias estava no conselho antes da Invasão de Naboo, mas, por ele ter previsto um Grande Conflito e que a República precisava formar um exército, suas ideias foram consideradas "muito extremas". Obi-Wan Kenobi os relembra que, durante sua busca por Jango Fett, ele descobriu que foi Zaifo-Vias quem ordenou a criação dos clone troopers em Kamino. Yoda sente que há mais em jogo lá e deseja buscar a verdade.

Jocasta Nu diz que Zaifo-Vias morreu em Felucia durante uma missão diplomática entre tribos mútuas de Felucianos da Selva. O fim da missão foi posto em sigilo pelo escritório do Supremo Chanceler. Enquanto Kenobi e Anakin Skywalker viajam para Felucia, Yoda questiona o Chanceler Palpatine sobre o arquivo, que alega nunca ter ouvido falar do Mestre Jedi e diz que o arquivo foi apurado por seu antecessor, Finis Valorum, já que ele ainda era um Senado na época. Enquanto isso, Darth Sidious castiga Dookan para prender uma "ponta solta".

Valorum Yoda The Lost One

Yoda conversa com o ex-Chanceler Finis Valorum.

Antes de ir a Valorum, a Yoda é dito que os Felucianos cremaram o corpo de Zaifo-Vias e que outro Jedi estava com ele. Valorum explica que Zaifo-Vias foi enviado para negociar com os Pykes à respeito de uma guerra subterrânea. Contudo, as negociações foram adiadas quando Yoda ordenou Zaifo-Vias a intervir num conflito em Felucia. Quando questionado sobre o outro Jedi, Valorum diz que apenas sua ajudante pessoal, Silman, acompanhou Zaifo-Vias.

Anakin e Obi-Wan viajam a Oba Diah para confrontar o Sindicato Pyke sobre a situação. Lom Pyke revela que um homem chamado Tyranus pagou para eles dispararem na nave e que por segurança, Silman foi mantido trancafiado pelos Pykes.

Duel on Oba Diah

Obi-Wan e Anakin enfrentam Dookan.

Silman, que ficou aprisionado por mais de 10 anos, ficou louco. Ele diz que não se deve confiar nos Pykes, mas é repentinamente morto por Dookan antes que ele possa revelar quem matou o Mestre Jedi. Anakin e Obi-Wan enfrentam Dookan em combate onde Lom revela que o homem chamado Tyranus é na verdade o Conde Dookan. Dookan então diz a Obi-Wan que ele já havia recebido muitas informações em Geonosis e que Obi-Wan deveria ter se unido a ele. Dookan mata Lom e derrota Anakin antes de conseguir. Em Coruscant, o Conselho deduz que Dookan foi o responsável pela criação do exército de clones. Questionando porque o inimigo teria criado um exército para eles, Yoda explica que isto deve ser na verdade o trabalho do Lorde Sombrio dos Sith e que tudo que eles podem fazer é "jogar o jogo dele".

Bibliografia Editar

Notas e referências Editar

[Esconder][Fonte]
As seções "Aparições" e "Fontes" foram importadas e traduzidas automaticamente do artigo em inglês pela Interface de Criação de Páginas. Consulte o histórico do artigo original para identificar os autores.
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.