FANDOM


Eras-canon-transp

Voss Parck foi um humano do sexo masculino que foi Capitão do Destróier Estelar classe Venator Raide (classe Venator) da Marinha Imperial durante a Era do Império. [1]

BiografiaEditar

Exploração do EspaçoEditar

O Destróier Estelar classe Venator Raide (classe Venator) estava com cadetes da Academia de Myomar quando foram desviados para perseguir contrabandistas até um planeta desconhecido. Quando o Coronel Mosh Barris desceu com os troopers da marinha para investigar o terreno e encontraram uma cabana com várias caixas contendo descrições em uma língua desconhecida.

Após o Coronel encontrar essas caixas, Parck desceu para a superfície junto com onze cadetes da Academia de Myomar. O Cadete Eli Vanto descobriu que o idioma era uma variante do Sy Bisti, um idioma comercial, utilizado no Espaço Selvagem e nas Regiões Desconhecidas. Vanto indicou que essas caixas era de propriedade de uma empresa chamada "Red Bype" ou "Redder Bype". Suspeitando de que haviam feito contato com uma nova espécie alienígena, Parck ordenou ao Coronel Barris que montasse um acampamento no local e aguardasse a chegada da equipe técnica para que o local fosse analisado. Pouco depois, Parck e Barris foram avisados pelo Major Wyam que um dos V-Wings foi derrubado no planeta. Enquanto Barris foi checar o local da queda, Parck ficou junto com Eli Vanto para que ele traduzisse os escritos.

Pouco tempo depois, Barris e um Trooper voltaram com as roupas do piloto do V-Wing que estavam cheias de gramas e pequenas frutas. Parck ordenou que Barris espandisse sua busca no local atrás do corpo do piloto. Quando Parck observou o nervosismo de Barris, ele confessou que outro V-Wing fora derrubado e a arma, as granadas de concursão foram roubadas. Enquanto os soldados foram em busca do ladrão, Park retornou com os cadetes para a Raide, para coordenar as buscas com os V-wings, mas deixou Eli Vanto em terra para auxiliar nas buscas.

Primeiro Contato com ThrawnEditar

Com a ausência do Capitão Voss Parck, as buscas continuaram sob a supervisão do Coronel Mosh Barris durante toda a noite, resultando na morte de cinco Troopers da Marinha e um Stormtrooper, o misterioso atacante utilizou o comunicador de um dos pilotos mortos para aterrorizar as tropas durante a noite. Ao amanhecer, o Coronel ordenou que todas as tropas em terra fossem embarcadas para a Raide juntamente com o acampamento alienígena, contra as ordens de Parck. Ao chegar no Destróier, Capitão Parck chamou Barris e Vanto para a torre de controle e liberou todos os demais soldados e mandou que as luzes fossem reduzidas, pouco tempo depois, o intruso sai do transporte que estava escondido e tentou entrar em uma Lançadeira de carga classe Zeta, quando foi surpreendido por vários Stormtroopers.

O prisioneiro se identificou como Mitth'raw'nuruodo (se apresentou como Thrawn), ele era um Chiss. A sua capacidade sobre o idioma comum era bem limitada, com isso, o conhecimento de Vanto sobre o idioma Sy Bisti fez com que ele traduzisse as palavras que Thrawn não conseguia dizer, ao ser interrogado por Parck ele informou que os ataques ao Troopers foram propositais para que o Stormtroopers fossem lançados e ele conseguisse se disfarçar para se esconder no transporte.

Aparições Editar

Notas e referências

As seções "Aparições" e "Fontes" foram importadas e traduzidas automaticamente do artigo em inglês pela Interface de Criação de Páginas. Consulte o histórico do artigo original para identificar os autores.
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.